oferecimento

Declaração do Imposto de Renda aumenta procura por contador

Recorrer a profissionais nesta época do ano pode ser fundamental para contribuinte não cair na malha fina

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 26/03/2017 08:00

Luis Nova/Esp. CB/D.A Press

Se o período que antecede o prazo final de entrega da declaração anual de Imposto de Renda é de apreensão para os contribuintes, para os contadores é tempo de muito trabalho, mas também de bom faturamento. É nesta época do ano que os escritórios de contabilidade são mais procurados e a ajuda desses profissionais, muitas vezes, é fundamental para evitar as garras do Leão.

O movimento é tão grande que, muitas vezes, a atividade vira negócio de família. Dois dos quatro filhos de Cândido Fernandes foram estudar ciências contábeis depois que o ex-bancário saiu do BRB em um plano de demissão voluntária e, com o dinheiro, abriu a CF Contábil. Ano passado, a empresa fez cerca de 400 declarações de IR para clientes regulares e para quem chegou de última hora. “Acho que vamos ultrapassar 700 este ano”, estima Abílio Gonçalves, 37 anos, um dos filhos de Fernandes.

Definitivamente, esse tempo de entrega de prestação de contas fiscais é um período de bonança no escritório, que há cerca de 20 anos fica bem no centro do Guará I. Contador há mais de 15 anos, Gonçalves explica que todo mês de fevereiro, antes mesmo da Receita Federal baixar o programa gerador da declaração de IR, o escritório começa a contactar os clientes, instando-os a separar a documentação necessária e fazendo o agendamento.

O período também é de aumentar a clientela. “Muita gente nos procura por indicação, porque não sabe nada de Imposto de Renda, porque a Receita tem regras novas, caiu na malha fina, não sabe o que é necessário ou, simplesmente, tem preguiça de aprender a fazer o formulário”, explica ele.

O especialista destaca que a equipe está sempre disposta a “virar a noite” quando se aproxima o fim do prazo, “porque muita gente deixa, mesmo, para a última hora”, diz. Os retardatários dão mais trabalho, porque o rascunho da declaração precisa ser avaliado pelo cliente antes de encaminhar ao Fisco. 


Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.