SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Investir no aprendizado de outros idiomas é importante para o ingresso no mercado de trabalho

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 07/02/2013 14:56 / atualizado em 07/02/2013 16:59

Tina Coelho/Esp. CB/D.A Press


A proximidade de grandes eventos, como as Olimpíadas e a Copa da Mundo, além do mercado de trabalho competitivo faz com que um segundo idioma no currículo seja obrigatório. Segundo especialistas, falar mais de uma língua não só garante melhor colocação em empregos como é requisito para a vaga dos sonhos.

"Antigamente, o inglês era primordial, hoje, não basta. É preciso ter duas linguas diferentes. Isso enriquece o currículo do profissional e é um diferencial que as empresas valorizam", afirma Viviane Alves Rodrigues, analista de Recursos Humanos da RH Brasil. "No ensino superior, é básico ter outro idioma. No ensino médio, também já há uma procura maior."

A professora Amanda Alves viu, na prática, os resultados do investimento de cursos feitos fora do país para aprimorar o inglês. "Ter a proficiência na língua inglesa me ajudou a ter melhores empregos e maior remuneração", conta. "Fui mais procurada do que procurei. O mercado se interessa por quem está melhor preparado", completa a professora, que hoje leciona inglês para crianças em uma escola canadense de Brasília.

Desde cedo
Silvia Tzemos, gestora de uma escola particular, conta que o domínio da segunda língua tem se tornado um dos motivos principais, além da metodologia, para a matrícula dos alunos. "Há uma preocupação crescente sobre o domínio do inglês. A criança bilíngue tem facilidade para aprender outros idiomas no futuro", afirma. "Para ela é natural, não enfrenta dificuldades. Chega um ponto em que tanto faz conversar em português ou em inglês, pois ela nao aprende traduzindo, raciocína nos dois idomas", explica.

Para o professor de inglês do Departamento de Línguas Estrangeiras e Tradução da Universidade de Brasília (UnB), Gilberto Chauvet, nunca é tarde para aprender o inglês, mas o ideal é começar o quanto antes. "O recomendado é começar as lições do idioma após aprender a ler e a escrever em português, pois, antes, pode interferir nesse aprendizado", avalia.



Chauvet explica que o inglês é de grande importância, porque é uma das línguas mais adotadas no mundo e o segundo idioma em vários países. "É a forma de se comunicar internacionalmente e, se você sabe isso, as portas se abrem facilmente. Acredito que, hoje, pelo menos um quarto da população fala esse idioma", diz.

Investimento
Ir ao destino também é uma forma de adquirir bom domínio da língua estrangeira. "Há cursos para aprender o idioma, para tirar certificados e para se preparar academicamente", explica Andreia da Cunha, gerente da Student Travel Bureau (STB) de Brasília. "Saber falar outras línguas é uma vantagem, é primordial, tão importante quanto um curso de graduação", completa.

Participe do concurso do suplemento especial Caminhos do Futuro e concorra a um curso de pós-graduação. Para isso, basta responder à questão: "Por que você quer se qualificar?". O autor da melhor resposta ganha um curso de Pós-Graduação "Lato Sensu" ou MBA reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) na Esad MBA. O resultado será divulgado no suplemento em 24 de fevereiro. Para participar, clique aqui.

publicidade

Tags:
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade