SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Áreas de mídia digital, sustentabilidade e inovação despontam em oportunidades

Pesquisa mostra que essas áreas precisam de profissionais qualificados e estão dispostas a investir nos salários

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 24/02/2013 17:00

Verônica Machado

Quem está em dúvida sobre a escolha do curso de graduação ou pós pode avaliar uma lista de opções de carreiras que são tendências no mercado de trabalho. Cargos que tenham relação direta com tecnologia, sociedade e globalização despontam em oportunidades de emprego. Vale, portanto, ficar de olho nas áreas que precisam de profissionais qualificados e estão dispostas a investir nos salários.

Um estudo do Profuturo, programa da Fundação Instituto de Administração (FIA), uma escola de negócios que faz consultorias e pesquisas de mercado de São Paulo, feito com 208 especialistas concluiu que sustentabilidade, mídia digital e inovação são as áreas com mais chances de absorver profissionais até 2020. E mais: elas são interdependentes, e uma pode ter efeito sobre outras. “O profissional precisa ser abrangente e entender de diferentes assuntos que se complementam”, explica um dos pesquisadores, Daniel Estima de Carvalho.

Os cursos verdes são o assunto do momento, segundo o pesquisador. “As empresas perceberam que, além do retorno em marketing, podem até economizar”, diz. Ele ressalta que há uma preocupação com as inovações. “É importante ter pessoas pensando no novo.” Quanto à tecnologia, aponta que tem mudanças constantes e necessária atualização. “Percebemos que um cargo que faça a ligação entre o mercado e a internet é fundamental”, completa.

Tecnologia

A área remete, sem dúvidas, ao futuro. Com o tempo, as pessoas demandarão serviços que facilitem suas vidas e tragam comodidade, segundo o relatório do Profuturo. Logo, com a expansão da internet, há mais pessoas conversando, comprando e pesquisando pelo computador. As empresas observam esse fenômeno e querem atingir o cliente pelas telas. Sistemas baseados em tecnologias da informação (TI) e Comunicação estão em alta e isso demandará profissionais que estejam atentos à era digital.


Tina Coelho/Esp. CB/D.A Press


A pernambucana Carmen Lemos, 39 anos, por exemplo, veio para Brasília em 2005 e se graduou em sistemas de informação. Agora conclui uma pós em engenharia de software. No intervalo entre os títulos, não ficou parada; fez cursos de gestão de pessoas, contagem de ponto de função e outros assuntos do setor. O motivo da pós depois de sete anos da graduação? “Eu sempre gostei muito de aprender, acho que isso é a única coisa da vida que ninguém pode tirar da gente, então a opção pela pós foi por dois motivos: aprender e ensinar”, explica.

Ela conta que a área de TI é promissora e cheia de oportunidades. Ressalta: “Hoje qualquer pessoa que sabe fazer umas telinhas em um framework acha que é profissional de TI, mas a área de TI é imensa e tem muitos desdobramentos”. Carmen acrescenta que o mundo está aderindo, obviamente, cada vez mais à tecnologia e deve-se tirar proveito disso no trabalho. E o melhor: “A idade não é um empecilho, tem pessoas supernovas e outras mais velhas se saindo muito bem”.

Carreiras: Chief Health Officer, Gerente de Marketing E-Commerce, Gerente de Propaganda On-line.

publicidade

Tags:
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade