'Café com canela' é o longa da noite de segunda-feira

O filme é o primeiro longa-metragem dos diretores Ary Rosa e Glenda Nicácio

postado em 15/09/2017 06:00 / atualizado em 14/09/2017 18:56

Correio Braziliense

Still/Reprodução


Primeiro longa-metragem dos diretores Ary Rosa e Glenda Nicácio, Café com canela transborda as vivências culturais do Recôncavo baiano, onde moram há sete anos. Formados em cinema pela Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), os cineastas fundaram a produtora Rosza Filmes, há seis anos.

 



Duas mulheres desfiam a trama de Café com canela: Margarida, que vive um recolhimento envolto em dor, diante da perda do filho, e a enérgica Violeta, que dribla dificuldades do dia a dia e lida com traumas antigos. O reencontro das duas mulheres sedimenta um processo de transformação. Amores, amizades e visitas regadas a café estarão na ordem do dia.

Selecionados para festivais de curtas-metragens com ênfase experimental, etnográfica ou mesmo universitária, Ary Rosa e Glenda Nicácio assinaram Dilma (2015), Curta casa (2013) e Tecendo nuvens e retalhos. Como foco prioritário, os realizadores elegeram a cultura popular, com narrativa e estética influenciadas pela dinâmica interiorana.

Café com canela

De Ary Rosa e Glenda Nicácio. (2017, 102min, BA, classificação indicativa livre)
Com Valdinéia Soriano, Aline Brunne, Babu Santana, Aldri Anunciação, Arlete Dias e Guilherme Silva.



DESTAQUES DA PROGRAMAÇÃO
18 de setembro

Mostra 50 anos em 5 dias (entrada franca)
14h
No Cine Brasília, Rota ABC, de Francisco Cesar Filho (1991, 11min, SP, 12 anos) e Santo forte, de Eduardo Coutinho (1999, 80min, RJ, 12 anos)

Mostra 50 anos em 5 dias — Registros de uma história (entrada franca)
16h
No Cine Brasília, Histórias que nosso cinema (não) contava, de Fernanda Pessoa (2017, 79min, SP, 16 anos)

Mostra 50 anos em 5 dias (entrada franca)
18h
No Museu Nacional da República, Iracema, uma transa amazônica, de Jorge Bodanzky e Orlando Senna (1974, 90 min, Brasil/Alemanha, 16 anos)

Mostra Brasília 
(entrada franca)
18h30
No Cine Brasília (EQS 106/ 107), com os filmes: O céu dos teus olhos, de Danilo Borges e Diego Borges (16 min), O vídeo de 6 faces, de Maurício Chades (19 min), Tekoha — Som da Terra, de Rodrigo Arajeju e Valdelice Veron (20 min, 10 anos), UrSortudo, de Januário Jr (15 min, 10 anos), Vilão, de Webson Dias (19 min, 14 anos) e 1×1, de Ramon Abreu (19 min, 16 anos).

Mostra Competitiva
21h
No Cine Brasília (EQS 106/ 107), com o curta As melhores noites de Veroni, de Ulisses Arthur (2017, 15min, AL, 12 anos) e o longa Café com canela, de Ary Rosa e Glenda Nicácio (2017, 102min, BA, classificação indicativa livre).

Últimas Notícias

Últimas Notícias Veja Mais

* * *