Lula anuncia construção de unidade médica no Haiti

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 27/01/2010 09:03

O presidente Luiz Inácio Lula anunciou que vai instalar no Haiti uma Unidade de Pronto Atendimento para, junto com o hospital de campanha da Aeronáutica, ajudar a tratar da população do país, vítima de um terremoto, na semana passada. "No dia 25 do próximo mês estarei no Haiti e, possivelmente, em trinta dias, a gente [vai] construir uma unidade de pronto atendimento de quase dois mil e cento e sessenta metros quadrados", afirmou Lula, ao participar do Fórum Social Mundial (FSM), em Porto Alegre. Ao discursar para uma platéia de mais de 7 mil pessoas, no Ginásio Gigantinho, o presidente também falou sobre o papel das forças militares de paz no Haiti, sob a coordenação do Brasil, nos últimos cinco anos. "Ensinamos ao mundo como uma força de paz pode ser uma força de paz sem ter ingerência nas decisões políticas ou praticar violência contra os inocentes". Lula, que autorizou por meio de Medida Provisória o envio de R$ 375 milhões para o Haiti, lembrou que o Congresso Nacional aprovou o envio de mais 900 soldados para região, com o objetivo de reforçar a missão humanitária. Ao cobrar responsabilidade dos demais países no socorro à região devastada pelo terremoto, o presidente citou a história do Haiti que conquistou a independência em 1804, mas foi ocupado, nos últimos anos, por Estudos Unidos, França e Inglaterra. "O dado concreto é que, talvez, agora, esse terremoto mexa com a vergonha dos seres humanos que governam esse planeta para fazer do Haiti aquilo que poderíamos ter feito, há 30, 40 ou 10 anos atrás, quando começam a discutir a democracia do Haiti%u201D, declarou sob aplausos. Lula também elogiou os brasileiros que se candidatam a prestar serviço voluntário no país devastado e afirmou que "são motivo de orgulho". No entanto, explicou que devido as deficiências de infraestrutura, que poderiam gerar "uma desordem", muitos não serão enviados.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.