SIGA O
Correio Braziliense

Era uma casa verde

Arquitetura verde se destaca no país e residências sustentáveis ganham espaço na construção civil

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 20/11/2014 18:59

Casa 88º/Divulgação
Uma casa com 400 m² de área construída, com quatro suítes, sala, cozinha, jardim e piscina. Descrevendo assim parece só mais um imóvel de classe alta em algum condomínio de uma metrópole. Isto tudo não deixa de estar certo, tirando o fato de que essa casa não é como outra qualquer. A Casa 88º ganhou a certificação máxima de sustentabilidade do escritório de arquitetura que a projetou, o Atelier O%u2019Reilly. O certificado, na verdade, funciona mais como um selo de reconhecimento da conscientização do projeto verde. A residência de um só pavimento foi pensada e projetada para aproveitar da melhor maneira possível todos os artifícios que a natureza oferece diariamente. A arquiteta urbanista responsável pelo escritório, Patrícia O%u2019Reilly, conta que foi feito um estudo sobre o clima da região em que será construída a casa para, assim, aproveitar melhor a luz do sol e os ventos. O teto ondulado facilita, por exemplo, a circulação de ar em todos os cômodos da casa e as paredes isolantes evitam o acúmulo de calor no verão e a dispersão no inverno. Além disso, há também a criação de um teto verde para auxiliar no isolamento térmico e acústico do ambiente e um sistema de captação da água da chuva.
Casa 88º/Divulgação
Para viabilizar a construção da casa foi preciso planejar um ciclo de sustentabilidade e que causasse os menores impactos ambientais possíveis. Por isso, o Selo Consciente O%u2019R 88º envolve desde a etapa do planejamento ao projeto, passando pela escolha dos materiais até a manutenção racional da casa. Patrícia comenta ainda que vê um significativo aumento da produção de materiais ecosustentáveis. %u201CO Brasil é um dos países que caminha para ser referência nessa linha de construção sustentável. Hoje em dia a própria indústria está favorável a isso porque muitos arquitetos estão mudando seus conceitos de construção.%u201D Ela ainda explica que buscar uma construção verde é fundamental, já que cerca de 40% das emissões de CO2 no mundo são provenientes da construção civil. A arquiteta ainda exalta que cada vez menos a construção verde é vista como fora dos padrões econômicos. %u201CÉ muito comum as pessoas acharem que construir uma casa verde custa mais caro do que uma normal. Hoje em dia há uma variedade de materiais e os preços são equivalentes aos da construção tradicional%u201D. A casa 88º, que começa a ser construída no mês que vem, custou aos proprietários R$ 2 milhões.
Casa 88º/Divulgação
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.