Verão BSB

publicidade

Vai ter sorvete para o seu cachorro, sim!

Na hora de curtir o verão junto com o pet não divida o seu sorvete com ele. Você sabia que existem opções que foram desenvolvidas especialmente para ele?

postado em 24/02/2017 18:56 / atualizado em 01/03/2017 14:34

O verão brasiliense é democrático. Dias de sol e chuva se intercalam durante esses três meses. Apesar dos dias ensolarados não serem uma certeza a temperatura realmente sofre alterações nesta estação. É preciso tomar alguns cuidados e, obviamente, estendê-los ao seu animal de estimação. Afinal, se você está com calor, imagine como o seu pet está se sentindo por baixo daquele tanto de pêlo nos dias ensolarados….

Movida pelo amor aos seus bichinhos, a empresária Thaís Souza criou em outubro de 2013 a Théo & Léo. “Procurei itens para fazer uma festa de aniversário para o Léo e como não encontrei decidi produzí-los. Fiz para a festa dele e depois recebi alguns pedidos de amigos”, explica. Durante um ano, o foco da empresa eram os produtos para as festas de aniversários dos bichinhos. Apenas em 2014, em meio ao calor, Thaís teve a ideia de desenvolver sabores de sorvetes para os dogs. 

Formada em administração, o primeiro passo que ela deu para lançar os quitutes gelados foi buscar a orientação de veterinárias para garantir produto natural e sem nenhum conservante. “A alimentação natural sempre foi uma prioridade para mim”, esclarece Thaís. A partir dessa consultoria surgiram dois sabores de sorvete: pasta de amendoim caseira e abóbora com bacon. O retorno foi positivo, os produtos foram bem recebidos no mercado tanto pelos donos quanto pelos pets. Durante o verão e principalmente na seca, quando o sol é uma certeza, as vendas aumentam consideravelmente.

Karen Martins, 53 anos, tem dois cachorros: o Joca e a Vida. A arquiteta se declara apaixonada pelos seus animais de estimação e não mede esforços para agradá-los, está sempre em busca de novidades para eles. No verão de 2015, ela conheceu a Théo & Léo e fez a primeira encomenda e também teve receios. “Achei que eles pudessem estranhar, mas eles amaram na primeira lambida”, comenta entre risos. 
Arquivo Pessoal

“Eu acho que aqui em Brasília faz calor o ano inteiro então eu sempre compro e dou para eles uma vez por semana”, acrescenta Karen. A arquiteta conta que nos dias mais quentes a mudança de comportamento dos cachorros é perceptível, eles ficam prostrados e procurando lugares frios para deitar. O sorvete foi a forma que ela encontrou de dar mais conforto à Vida e ao Joca.

Experiência 

A designer Aline de Mello, 38 anos, comprou o sorvete para o seu cachorro um pouco desacreditada. Ela duvidava que o lhasa apso, Monk, fosse se interessar pelo produto. “Eu comprei para experimentar, mas não achei que ele fosse gostar. O Monk não gosta nem de gelo”, conta. Para a surpresa de Aline, ele comeu tudo na mesma hora e, segundo ela, a felicidade do pet após receber o agrado era perceptível.

O primeiro encontro do Monk com o mundo dos sorvetes caninos aconteceu há alguns anos, e desde então sempre que as temperaturas sobem a designer encomenda alguns para oferecer para ele. “É sempre um sucesso. Ele adora! Porém, continua sem querer saber do gelo que coloco na vasilha de água dele”, observa Aline.

Apesar dos proprietários apostarem no sabor que leva bacon, os animais de estimação preferem os petiscos gelados com gosto de pasta de amendoim. “Além de ser uma opção muito natural e saudável, o sorvete é muito palatável. Não tem nada que eu não consumiria”, garante a empresária. De acordo com Thaís, os produtos são ótimos para refrescar os animais mas não podem ser confundidos com refeições. A função dos sorvetes é amenizar o calor e devem ser oferecidos como agrados.