SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

No topo do mastro

19 de novembro é o Dia da Bandeira. Aprenda mais sobre esse símbolo do nosso país

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 19/11/2012 10:03 / atualizado em 19/11/2012 11:59

Ana Paula Corradini

A gente bem sabe como é: em olimpíadas, Copa do Mundo e outros eventos, é só ver a bandeira brasileira que dá um nó na garganta e ficamos todos orgulhosos. Mas você sabia que o símbolo maior do Brasil nem sempre teve essa cara? Nesse 19 de novembro, aproveite para comemorar o Dia da Bandeira, e saiba mais sobre ela aqui.


Toda história tem um começo

O Dia da Bandeira foi criado em 1889, pelo decreto-lei número 4, para homenagear a nova Bandeira da República, que tinha acabado de sair do forno. A nova bandeira foi instituída quatro dias depois do Dia da Proclamação da República, em 15 de novembro de 1889.

Mas como esse símbolo do nosso país foi criado? A ideia foi do professor Raimundo Teixeira Mendes, presidente do Apostolado Positivista do Brasil. Naquela época, estava fazendo o maior sucesso uma filosofia chamada positivismo, que defendia que todas as teorias deveriam ser comprovadas pelo método científico. Ou seja, para provar qualquer coisa, era preciso mostrar evidências — e deixar de lado as superstições e as crenças também.

O decreto para a criação da bandeira foi preparado por Benjamin Constant, que fazia parte do governo provisório da República. O desenho da bandeira nacional foi feito pelo pintor Décio Vilares.


Você sabia?

1-
Quando várias bandeiras são hasteadas no nosso país, a brasileira deve ser a primeirona a chegar ao topo do mastro, e a última a descer.

2- Quando ela fica rasgada, suja, ou velha, deve ser
substituída por uma nova. A bandeira velhinha é queimada
no dia 19 de novembro também. Que final mais dramático!

3-
A Bandeira Nacional fica sempre hasteada na Praça dos Três Poderes, aqui em Brasília. Na base do mastro está escrito: “Sob a guarda do povo brasileiro, nesta Praça dos Três Poderes, a bandeira sempre no alto, a visão permanente da pátria”.

4- A gente não pode hastear uma bandeira de outro país no nosso território se a nossa bandeira não estiver ao lado (ela também tem que ser do mesmo tamanho e é colocada ao lado direito). A exceção fica para as embaixadas e consulados de outros países.

Cores e estrelas

É claro que uma bandeira de umpaís não é criada só para ficar bonita. Cada elemento da bandeira brasileira tem um significado todo especial:

Verde Essa era uma das cores da casa de Bragança, em Portugal, da qual D. Pedro I fazia parte. O verde também é a cara do Brasil por causa das nossas matas e do nosso mar.

Amarelo Uma das cores da Casa de Habsburgo, família austríaca e uma das mais poderosas da Europa. A imperatriz Leopoldina, mulher de D. Pedro I, pertencia a essa família. Para os portugueses, o amarelo também representava a conquista da região de Algarve – essa era a cor dos castelos dos mouros que eles dominaram. Além disso, o amarelo representa todo o ouro e outras riquezas encontradas no Brasil.
Azul Com o branco, essa cor já era usada pelas capitanias hereditárias no Brasil. Há quem diga que o azul também remete às viagens marítimas dos portugueses e à Nossa Senhora Aparecida, padroeira
Branco Significa a paz do Brasil. que todo mundo quer e, para os religiosos, a força de Deus.

Estrelas Cada estrela representa um estado brasileiro. E sempre quando um novo estado é criado, a bandeira ganha mais uma estrelinha. As últimas estrelas foram adicionadas em 1992, para representar os estados do Amapá, de Roraima, de Rondônia e do Tocantins. Ordem e Progresso É uma forma abreviada do lema positivista do filósofo francês Auguste Comte (veja o box), que dizia: "O amor por princípio e a ordem por base, o progresso por fim".

Círculo azul Como uma foto no Instagram nos dias de hoje, é uma imagem do céu, inclinado de acordo com a latitude da cidade do Rio de Janeiro às 12 horas siderais (8 horas e 30 minutos) do dia 15 de novembro de 1889 – a Proclamação da
República.

As vovós da nossa bandeira

1822 Bandeira Imperial do Brasil
A primeira bandeira brasileira mesmo, e com um visual que não tinha nada a ver com a de hoje, foi criada em 19 de setembro de 1822 por um decreto de D. Pedro I, poucos dias depois da nossa independência. Ela já tinha o losango da bandeira de hoje e as nossas cores também, e mostrava ramos de café e tabaco, dois tipos de plantações superimportantes para o Brasil na época.

1889 Bandeira Provisória da República
Com todo um jeitão da bandeira dos Estados Unidos, ela foi criada por Rui Barbosa logo após a Proclamação da República. Essa bandeira tinha treze listras horizontais alternadas em verde e amarelo. No canto, à esquerda, ficavam vinte e uma estrelas em um campo azul. Seu sucesso durou pouco: a bandeira foi usada só por quatro dias.
 

Tags:

publicidade

publicidade