SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Novas regras para a educação no DF: ensino médio terá divisão semestral

Governo também vai ampliar o Bloco Inicial de Alfabetização. DF tem segundo pior índice de reprovação no ensino médio

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 14/01/2013 17:31 / atualizado em 14/01/2013 18:11

A Secretaria de Educação do Distrito Federal (SEDF) anunciou, na tarde desta segunda-feira (14/1), nova política educacional para a rede pública de ensino a partir do início do ano letivo de 2013. Para os estudantes de nível médio, o ensino passa a ser semestral.

As aulas serão divididas por áreas de conhecimento: em um semestre, o aluno aprende exatas e no outro humanas. Conteúdos relacionados a ciências biológicas, por exemplo, serão ministrados com o bloco de ciências exatas. De acordo com a pasta, 63 escolas de ensino médio já têm capacidade para aderir ao sistema.

"O novo método, tanto de ciclos quanto da semestralidade, dá mais uma possibilidade de os professores vivenciarem com os alunos as experiências e realizarem ações interclasse para o aprendizado. Não podemos continuar com o Distrito Federal ocupando o segundo pior lugar em reprovação no ensino médio, em ranking nacional. Essa realidade tem que mudar", explica o secretário de Educação, Denilson Bento da Costa.

Bloco inicial de alfabetização
O ensino seriado - até a 5ª série - será extinto, e o ensino médio será organizado por semestre. O Bloco Inicial de Alfabetização (BIA), que ia até a 3ª série, vai ser ampliado para os dois anos subsequentes. O estudante deve fazer um bloco de iniciação do primeiro ao terceiro ano sem reprovação. Ao chegar no terceiro ano, o aluno será avaliado, para só então cursar o quarto ano. Também não haverá reprovação do quarto para o quinto ano. Ao concluir a quinta etapa, será feita uma nova avaliação, com possibilidade de reprovação. Do sexto ao nono ano, o procedimento continua inalterável - com risco de reprovação ano a ano.

Leia mais notícias em Cidades-DF

Inicialmente, a mudança no sistema será adotada por cinco regionais de ensino, que são: Santa Maria, São Sebastião, Recanto das Emas, Núcleo Bandeirante e Guará.

Com informações de Manoela Alcantra

publicidade

publicidade