SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Desempenho de estudantes é maior responsável pelas metas do Ideb

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 07/03/2013 16:55 / atualizado em 07/03/2013 17:10

O desempenho dos estudantes no período escolar é o maior responsável pelo cumprimento das metas do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) de 2005 a 2011. O Ideb é utilizado pelo Ministério da Educação (MEC) para medir a qualidade das escola e das redes de ensino do país. O índice é calculado com base nas notas dos alunos no Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb), na Prova Brasil e com base na taxa de aprovação no período.
 
De 2005 a 2011, de acordo com dados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), nos anos iniciais do ensino fundamental, o desempenho representou 63,7% do Ideb e a aprovação, 36,3%. Nos anos finais do ensino fundamental, o desempenho representou 53,9% e no ensino médio, 56,9%.  

“Constatamos um aumento no Ideb ao longo desses anos, mas queríamos ver se esse aumento se deu por causa do fluxo [aprovação] ou se foi o aprendizado que aumentou. Ficamos muito felizes com esse resultado. Significa que os alunos estão aprendendo mais”, diz o presidente do Inep, Luiz Cláudio Costa.

Em termos de pontuação, as notas aumentaram. De 2005 a 2011, houve um aumento de  27,2 pontos em matemática para os anos iniciais do ensino fundamental; 13,3 na disciplina nos anos finais e 3,5 no ensino médio. Em português, houve um aumento de 18,3 nos anos iniciais do ensino fundamental e 13,4 nos anos finais. No ensino médio, o aumento das notas em português foi 11 pontos no período.

“Com base em uma escala, sabemos, de acordo com a nota, o conhecimento que é dominado pelos estudantes. Nos anos iniciais do ensino fundamental, isso significa que os alunos têm quase um ano e meio, dois anos a mais do conhecimento esperado para o período”, diz Costa. Ele acrescenta que mesmo no ensino médio, onde estão “os maiores desafios”, observa-se um aumento.

Com os números, as metas para o Ideb foram atingidas para o período. “Temos grandes desafios. O fato de termos alcançado as metas, não implica em não termos desafios, sobretudo no ensino médio”, diz o presidente do Inep.

Em relação ao cumprimento das metas do Todos pela Educação (TPE), movimento da sociedade civil brasileira, divulgadas nesta quarta-feira (6), Luiz Cláudio Costa diz que o governo tem metas oficiais "definidas cientificamente e em conformidade com o que o país busca. E, de acordo com essas metas, o país mostra avanço ano a ano”. Segundo Costa, no que diz respeito ao desempenho dos alunos em português e matemática, as metas foram atingidas.

 

 

publicidade

publicidade