SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

DF faz campanha para que crianças troquem armas de brinquedo por livros

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 15/04/2013 19:26

O Dia do Desarmamento Infantil, comemorado nesta segunda-feira (15), foi lembrado no Distrito Federal com o lançamento da campanha Arma Não é Brinquedo: Dê Livros. A iniciativa do Governo do Distrito Federal (GDF) reuniu, na tarde de hoje, crianças e jovens no Teatro do  SESC Ceilândia para uma solenidade socioeducativa. O  objetivo é incentivar os jovens  a trocar armas de brinquedo por livros.

A campanha deverá incentivar um comportamento pacífico nas ações da sociedade, principalmente na resolução de problemas a partir de pequenas atitudes, como a troca de brinquedos que estimulem a violência por livros ou outros brinquedos de caráter que estimulem a criatividade e o diálogo. O ponto importante da campanha é incentivar o diálogo entre pais e filhos como instrumento necessário para resolver problemas, em vez da violência.

Na abertura da solenidade, o governador do DF, Agnelo Queiroz, disse que "a troca de brinquedos que estimulem a violência por livros é uma medida importante para o desenvolvimento da paz entre as crianças, porque se começarmos a mudar o pensamento ruim de uma pessoa desde cedo o resultado será muito bom", ressaltou o governador.

O secretário de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania do DF (Sejus), Alírio Neto, acredita que a campanha pode tornar o Brasil um país de cultura de paz. "Queremos fazer de nosso país, um lugar onde a cultura das pessoas seja associada à paz, sem violência", comenta Neto.

Durante a cerimônia, Agnelo assinou projeto de Lei que proibirá o comercio de armas de brinquedo em todo o DF. A matéria foi apresentada pela Sejus e é apoiada pela Associação Comercial do DF (ACDF).

 

 

 

publicidade

publicidade