SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Educação profissional

Investimento do governo beneficia 1,1 milhão de jovens por meio do Senai

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 26/11/2012 12:12

A presidenta da República, Dilma Rousseff, destacou nesta segunda-feira, no programa semanal de rádio Café com a Presidenta, o investimento do governo federal na qualificação profissional de jovens e trabalhadores. O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) vai criar 8 milhões de vagas em cursos técnicos e de qualificação profissional até 2014. Hoje, 2,2 milhões de jovens e trabalhadores frequentam cursos oferecidos pelo programa.

Entra as iniciativas do governo federal nessa área está a parceria com o Sistema S, principalmente com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), referência em ensino profissionalizante no Brasil. Segundo a presidenta, essa parceria garantirá a formação de jovens e trabalhadores em cursos de excelência, sintonizados com as necessidades da indústria. “Do ano passado para cá, 1,1 milhão de jovens e trabalhadores fizeram a matrícula para estudar de graça no Senai, nos cursos técnicos, nos cursos de aprendizagem profissional e nos cursos de qualificação”, disse.

Dilma explicou que o Brasil precisa de mão de obra qualificada e de técnicos bem formados para ter uma indústria forte e competitiva para garantir o crescimento do país e a criação de oportunidades de trabalho. “Além de formar engenheiros, matemáticos, médicos e professores, o Brasil vai precisar formar também técnicos em automação industrial, petróleo e gás, mineração, mecatrônica, manutenção de aeronaves, eletrônica, indústria naval e computação”, citou.

Para assegurar a oferta de vagas, o governo financia R$ 1,5 bilhão para o Senai investir na construção de 53 escolas, na modernização e na ampliação de 251 unidades de ensino existentes. “Um país que aposta na educação profissional e que tem uma indústria forte e competitiva consegue crescer e se desenvolver, gerar mais oportunidades, mais renda e emprego de qualidade”, disse a presidenta.

 

Ascom MEC

Tags:

publicidade

publicidade