SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Educação profissional

Pronatec aponta caminhos na graduação para os estudantes

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 02/09/2015 10:05

Portal MEC

Fazer um curso técnico vem sendo alternativa para muitos jovens e adultos que querem ingressar mais rapidamente no mercado de trabalho. E, para quem ainda planeja uma graduação, fazer previamente um curso profissionalizante também tem contribuído na tomada de decisão.

 

Isso aconteceu com alguns dos medalhistas da WorldSkills 2015, que tiveram acesso aos cursos por meio do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec).

 

Carlos Rubens Teixeira Junior, de 21 anos, já concluiu o ensino técnico na escola do Senai, na cidade de Pedro Leopoldo, interior de Minas Gerais. O curso de manutenção elétrica e industrial levou o jovem a buscar engenharia elétrica no ensino superior. “Eu tinha tentado entrar em outro curso e, ao mesmo tempo, fiz o técnico. Depois que entrei percebi que elétrica é a minha área. Gostei bastante”, explicou.

 

Já a estudante Vanessa da Silva só confirmou que está fazendo o que gosta: trabalhar na área da construção. Vanessa também é aluna da Escola Senai da Construção, em Cuiabá.

 

O WorldSkills é a maior competição de educação profissional do mundo e, em 2015, foi realizado no Brasil. O evento reuniu estudantes de mais de 60 países e o Brasil sagrou-se campeão pela primeira vez.

 

Cada equipe ou participante precisou simular desafios nas profissões em que estudam. As atividades foram cumpridas dentro de padrões internacionais de qualidade. “O nosso projeto era um banco, fazia a armação, cobria, montava e tal. Foi maravilhoso. Muito bom. Melhor evento de que já participei na minha vida”, diz Vanessa.

 

Desde a criação do Pronatec, em 2011, mais de 8 milhões de estudantes já foram matriculados no ensino profissionalizante em escolas públicas ou como bolsistas em escolas privadas e do sistema S. Os cursos, financiados pelo Governo Federal, são ofertados de forma gratuita por instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica e das redes estaduais, distritais e municipais de educação profissional e tecnológica. Também são ofertantes as instituições do Sistema S, como o Senai, Senat, Senac e Senar. A Partir de 2013, as instituições privadas, devidamente habilitadas pelo MEC, também passaram a oferecer os cursos do programa.

publicidade

publicidade