SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Educação profissional

Estudantes da Rede Federal participam da Olimpíada do Conhecimento

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 09/11/2016 20:07

 

Teve início nesta quarta-feira, 9, a nona edição da maior competição de educação profissional das Américas, a Olimpíada do Conhecimento (OC). Realizado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), com apoio do Ministério da Educação, o evento será realizado até 14 de novembro, nas dependências do ginásio Nilson Nelson, em Brasília.

 

Um total de 1.200 alunos de até 24 anos dos cursos técnicos das unidades do Senai e da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica vai competir em provas coletivas e individuais, baseadas em sete projetos integradores que representam as áreas tecnológicas da OC: casa popular inteligente, soluções sustentáveis em tecnologia da informação, festa saudável, carro conceito compartilhável, roupa multifuncional e produtividade leiteira.

 

Durante o evento, o Ministério da Educação vai apresentar projetos de pesquisa aplicada em dois estandes. No Espaço do Embaixador, situado no pavilhão da Produtividade Leiteira, estarão expostos protótipos de reprodução para rebanhos leiteiros e um veículo aéreo não tripulado da agropecuária (Vant). Os projetos são pesquisas desenvolvidas nos institutos federais do Sul de Minas Gerais (IFSuldeminas) e Goiano (IFGoiano), respectivamente.

 

A Rede Federal participará com oito equipes, que vão simular atividades reais do mercado de trabalho em quatro categorias. O foco é a aplicação das competências profissionais de cada área profissional na busca por soluções inteligentes.

 

O Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (Cefet-MG) representará a Rede no grupo Carro conceito compartilhável. Já o Instituto Federal de Rondônia (IFRO) competirá no grupo Soluções sustentáveis em tecnologias da informação. No grupo Roupa funcional, a Rede estará representada pelo Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC).

 

A área Produtividade leiteira será exclusiva de competidores da Rede Federal. Participarão os institutos Triângulo Mineiro (IFTM), Sul de Minas (IFSuldeminas), Espírito Santo (Ifes) e Brasília (IFB). O diretor geral do Senai, Rafael Lucchesi, destaca a importância da formação técnica.

 

“O Brasil tem hoje 12 milhões de desempregados, sendo 25% de jovens. Isso ocorre porque conseguir o primeiro emprego é algo difícil”, afirma. “A formação técnica é seguramente o caminho mais rápido para o jovem conseguir o seu primeiro emprego e o melhor atalho para o desempregado que quer voltar ao mundo do trabalho. A requalificação técnica certamente tornará essa reinserção produtiva.”

 

Portal MEC

 

publicidade

publicidade