Educação profissional

Evento oferta mais de 1,5 mil vagas para oficinas gratuitas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 13/09/2017 21:32

Mais de 1,5 mil vagas em oficinas gratuitas de qualificação profissional estão com inscrições abertas. Os cursos são promovidos pelo Instituto Federal de Brasília (IFB) e integram a agenda do ConectaIF 2017, evento anual que visa integrar estudantes, profissionais, instituições de ensino, empresários e a comunidade em geral. A edição deste ano ocorrerá entre os dias 18 e 23 de setembro, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília.

 

Entre as oficinas ofertadas estão: como montar bancos comunitários para fortalecimento da economia solidária; como proteger e evitar perda de informações em seu smartphone Android; economia solidária e empoderamento da mulher: pintando camisetas; primeiros socorros para o dia-a-dia; e degustação de cervejas especiais artesanais e comerciais.

 

Para os interessados em tecnologia e ciências, há oferta de cursos rápidos de modelagem e impressão 3D, criação e programação de carros robôs utilizando arduino, construção e lançamento de foguetes de propulsão a água, robótica: compreendendo a física envolvida e QuiEstável – um jogo de ensino de ciências.

 

Algumas das oficinas do ConectaIF 2017 são voltadas ao público que gosta de artes e dança: movimentos expressivos; a dança moderna expressiva alemã; o diálogo entre a dança e a música – experiências coreográficas; diálogos entre dança, coreografia e música; e práticas educativas na cultura visual: processos em videodança.

 

Inclusão

Profissionais renomados na área de acessibilidade a surdos, autismo e atendimento a pessoas com deficiência também integrarão a equipe de orientadores de oficinas, levando ao evento o tema da inclusão social. Materiais didáticos e acessibilidade no ensino de surdos é o tema da mesa que tem como convidados os professores Bruno José Betti Galasso e Dirceu Esdras Teixeira, ambos do Instituto Nacional de Educação de Surdos (Ines). Já a pedagoga Angela Russo, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), irá contribuir com oficina sobre a posição discursiva do tradutor e intérprete de Língua Brasileira de Sinais (Libras).

 

Caio Abujadi, médico psiquiatra da Associação Brasileira de Neurologia e Psiquiatria Infantil, do Ambulatório de Neuro-Dificuldades de Aprendizado da Universidade Estadual de Campinas e pesquisador do Ambulatório de Estimulação Magnética Transcraniana da Universidade de São Paulo (USP), irá encerrar o fórum no sábado, 23, pela manhã, com a palestra Inclusão, aprendizado e desenvolvimento.

 

Gênero

No campo das políticas de gênero, o ConectaIF 2017 colocará o tema Diversidade sexual no contexto educacional em debate. A mediação será feita pelos professores Flávio Brebis e Ana Carolina da Silva Silvério, ambos da Secretaria de Estado de Trabalho e Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos do Governo do Distrito Federal. Flávio é autor de vários livros sobre a identidade de gênero e atua como coordenador de Diversidade LGBT da secretaria, e Ana Carolina é assistente social e gerente do Centro de Referência Especializado da Diversidade Sexual, Religiosa e Racial do GDF.

As inscrições para o evento e mais informações sobre o ConectaIF 2017 estão disponíveis na página eletrônica do evento.