SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Enade ocorre no próximo domingo e causa polêmica entre estudantes

O exame, que avalia o ensino superior do país, divide a opinião de universitários

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 19/11/2012 19:32 / atualizado em 23/11/2012 15:45

Por causa da greve das universidades federais deste ano, os formandos das instituições públicas que colariam grau no 1º semestre de 2012 foram dispensados de fazer a prova do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade). O Exame é realizado desde 2004 e avalia o conhecimento dos estudantes de graduação sobre as matérias dos cursos em que estão matriculados nos mais de duas mil instituições de ensino superior do país. A prova, realizada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) é obrigatória para os alunos selecionados. Quem foi convocado e não comparecer poderá ser impedido de obter o diploma de formatura. Este ano, o exame será aplicado a 587,3 mil alunos.

 Depois de cinco anos de estudo e dedicação para se formar no ensino superior, a aluna Bruna Martins não esperava que ainda precisasse provar os conhecimentos para obter o diploma do curso de direito. No próximo domingo (25/11), ela e outros 587 mil estudantes que concluem o ensino superior neste semestre letivo deverão se submeter à prova.

Breno Fortes/CB/D.A Press


"A prova não mede realmente nosso conhecimento, ela não é eficaz para avaliar se aprendemos alguma coisa ou não durante o curso", critica Bruna. Para a estudante, o exame deveria ser voluntário. Ela confessa que não revisou os conteúdos que aprendeu ao longo do curso para realizar a prova, e vai contar com a memória para responder as questões. "Não estou preocupada", diz.

A colega de curso Aline Morais pensa diferente. Para ela, o Enade pode ajudar a qualificar o ensino superior no Brasil, e que as notas dos alunos reflete o comprometimento das universidades com a qualidade na formação de futuros profissionais. "É importante participar. Como o exame vai acontecer logo depois da semana de provas na faculdade, me sinto mais preparada", explica.

Breno Fortes/CB/D.A Press


Este ano, apenas graduandos estão inscritos para o exame, diferente do ano passado, em que foram convocados também os recém-egressos. Os resultados do Enade vão ser divulgados até 25 de dezembro de 2012, e serão usados para avaliar a qualidade do ensino oferecido por cada instituição participante. Os conteúdos cobrados abrangem todo o período do curso, além de temas ligados à realidade brasileira, mundial, e outras áreas do conhecimento. A prova tem 40 questões, e são discursivas ou de múltipla escolha.

"Estou fazendo o Enade para conseguir o diploma e não estou me preparando especificamente para ele, ainda assim, me sinto preparada", afirma a estudante de direito Amanda Leão. Ela já foi aprovada no Exame da Ordem do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), que autoriza o bacharel em direito a exercer a profissão de advogado. "Não gosto da imposição", contesta.
Breno Fortes/CB/D.A Press

Bruno Alpino Lessa é formando de publicidade e também foi convocado para a prova. "É muito importante participar, porque o Enade avalia o nível do ensino que tive durante o curso. Para os futuros vestibulandos, no momento de escolher em qual universidade se quer estudar, essa nota vai determinar as melhores faculdades. Esse é um bom parâmetro", avalia.


Serviço
Horário da prova: 13h (horário de Brasília), mas a recomendação é chegar ao local do exame pelo menos 45 minutos antes.
Nas localidades em que não exista o horário de verão, as provas terão início às 12h.


Formato da prova: A prova é composta de 40 questões, sendo 10 questões da parte de formação geral e 30 da parte de formação específica da área, contendo as duas partes questões discursivas e de múltipla escolha. As questões de formação geral têm 25% do peso da nota e os componentes específicos, 75%.


O que levar: Para identificação dos candidatos serão aceitos documentos oficiais com foto, como identidade, carteira nacional de habilitação, passaporte e carteira de trabalho. Carteiras de cursinhos e da faculdade não serão aceitos como documentos de identificação.


Fique atento
Apenas o uso de canetas de cor preta revestidas de material transparentes poderão ser utilizadas durante a prova. Garrafas de água e lanches estão liberados. O uso de bonés não está previsto no edital do Exame. A recomendação é não usá-los.

Tags:

publicidade

publicidade