SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Estudantes que farão o pré-teste do Revalida terão auxílio de R$ 400

Alunos de cursos de medicina no Brasil têm até as 23h59 desta quarta-feira para se inscreverem

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 07/08/2013 15:39 / atualizado em 07/08/2013 16:12

Mariana Niederauer

Os estudantes de medicina brasileiros que farão o pré-teste do Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos expedidos por Instituição de Educação Superior Estrangeira (Revalida) este ano terão direito a auxílio de R$ 400. As inscrições terminam às 23h59 desta quarta-feira (7/8) e as provas, organizadas pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) serão aplicadas em 25 de agosto.

Todos os alunos que cursam medicina no Brasil poderão optar por receber o benefício no ato da inscrição. O auxílio de avaliação educacional foi instituído pela Lei nº 11.507, de 2007, que define o pagamento ao servidor ou colaborador eventual que, em decorrência do exercício da docência ou pesquisa no ensino básico ou superior, público ou privado, participe, em caráter eventual, de processo de avaliação educacional de instituições, cursos, projetos ou desempenho de estudantes executado pelo Inep, pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

O pré-teste do Revalida foi enquadrado como uma pesquisa científica da educação superior com a finalidade de validar o instrumento de avaliação aplicado pelo Inep. De acordo com o órgão, o pagamento do auxílio de avaliação educacional foi uma demanda feita pelos coordenadores de curso de medicina, com o objetivo de auxiliar os participantes no pagamento da taxa de inscrição na prova de residência médica. O Inep informou ainda que considerou a solicitação justa e que o valor de R$ 400 é a média da inscrição em provas de residência, compete ao aluno usá-la da forma que julgar melhor.

Entenda o caso
O Revalida é uma certificação concedida a médicos com diploma estrangeiro para que possam atuar no Brasil. Este ano, porém, a prova será aplicada também para estudantes brasileiros que cursam o sexto ano de medicina. Nesse caso, o não é certificar o aluno, mas, sim, avaliar se o Revalida está dentro das diretrizes curriculares brasileiras. A prova será aplicada a uma parcela de estudantes das instituições que aderiram ao processo de forma espontânea.

Os dados sobre o desempenho dos estudantes e das instituições de ensino superior não serão divulgados, serão utilizados apenas internamente, pelo Inep e a Secretaria de Educação Superior do Ministério da Educação. O estudante participante poderá solicitar a avaliação individual a partir de 29 de setembro, pela internet.

Estrangeiros
Os médicos que buscam revalidar diplomas obtidos no exterior também farão o Revalida em 25 de agosto. As inscrições para esses profissionais terminaram em 30 de julho. O exame terá uma única etapa, com a realização de duas provas, uma objetiva, aplicada pela manhã, e a outra discursiva, à tarde. Os estudantes brasileiros que farão o pré-teste só participarão da prova objetiva.
Tags:

publicidade

publicidade