SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Fies atinge a marca de 505,7 mil contratos firmados apenas este ano

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 23/10/2013 17:59 / atualizado em 23/10/2013 18:40

O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) atingiu nesta quarta-feira, 23, a marca de 505.723 contratos firmados somente este ano. Desde 2010, foram formalizados 1.113.173 compromissos com instituições particulares de ensino.

A procura pelo financiamento do governo federal registra aumento significativo a partir de 2010, quando o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) tornou-se o agente operador do Fies. Na época, foram estabelecidas novas regras, como a redução da taxa de juros de 6,5% para 3,4% ao ano.

Entre as principais mudanças, estabelecidas desde então, estão a redução dos juros para 3,4% ao ano, o aumento do prazo de carência para 18 meses, contados a partir da conclusão do curso, e a ampliação do prazo de quitação do financiamento, agora de três vezes o período financiado, acrescido de 12 meses. No caso de um curso com duração de quatro anos, por exemplo, após a carência, o aluno terá 13 anos para amortizar a dívida.

Pode requerer o financiamento o estudante regularmente matriculado em curso de graduação não gratuito, com boa conceituação no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes), oferecido por instituição de educação superior participante do Fies. Durante o período em que estiver cursando a faculdade e até o término da fase de carência do financiamento, o estudante pagará apenas prestações trimestrais de R$ 50. Professores e médicos que se formaram com o apoio do Fies poderão abater 1% da dívida por mês de trabalho.

A criação do Fundo de Garantia de Operações de Crédito Educativo (Fgeduc) é outra novidade. Esse fundo atua como garantia nos contratos de estudantes beneficiários de bolsas parciais do Programa Universidade para Todos (ProUni) matriculados em cursos de licenciatura. O Fgeduc atende também estudantes com renda familiar mensal bruta per capita de até 1,5 salário mínimo. Com o fundo, os estudantes podem contratar o financiamento sem a exigência de fiador.

As inscrições no Fies podem ser feitas no Sistema Informatizado do Fies (SisFies), disponível nos portais do FNDE e do Ministério da Educação.
Tags:

publicidade

publicidade