SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

MEC define regras para transferência assistida de alunos da Gama Filho

Em reunião, alunos e reitores de faculdades do Rio de Janeiro discutiram o futuro dos estudantes

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 21/01/2014 18:23 / atualizado em 21/01/2014 20:04

Ana Paula Lisboa

Daniel Ferreira/CB/D.A Press
Representantes do Ministério da Educação (MEC), do Ministério Público Federal, da Secretaria de Regulação e da Supervisão da Educação Superior (Seres) se reuniram com reitores e líderes de 52 instituições de ensino superior do Rio de Janeiro para debater a transferência assistida de alunos da Universidade Gama Filho e do Centro Universitário da Cidade (UniverCidade), descredenciadas pelo MEC em 13/1. Após pedido dos alunos, foi aprovada a participação de três estudantes no encontro nesta terça-feira (21/1). Durante o encontro, foram definidas regras básicas para as instituições que vão receber os estudantes. As faculdades deverão apresentar ato autorizativo válido, comprovar conceito satisfatório, não estar sob supervisão, demonstrar capacidade de autofinanciamento, não cobrar taxas de transferência ao novo aluno, e garantir a recepção dos estudantes contemplados por programas federais de acesso à educação superior, dentre eles, o Universidade para Todos (ProUni) e o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Um grupo de 30 alunos da Universidade Gama Filho, do Rio de Janeiro, se juntou em frente ao prédio do Ministério da Educação desde as 14h desta terça-feira. Segundo a estudante de fisioterapia Domingas Pimentel, 23 anos, os alunos foram até o local após saberem que reitores de faculdades do Rio de Janeiros estavam reunidos com representantes do MEC para conversar sobre a transferência dos alunos. "Eles deveriam ter nos avisado dessa reunião, porque nós somos uma das partes interessadas", reclamou. Durante a manifestação, alunos da Universidade Gama Filho hastearam uma bandeira da instituição e outra da União Nacional dos Estudantes (UNE). O hasteamento ocorreu depois que funcionários do Ministério retiraram a bandeira do Brasil que costumava ficar no local. Eles permaneceram em frente ao ministério até 19h, aproximadamente, e depois voltaram para o albuergue onde estão hospedados em Brasília. O edital completo com as regras e critérios para transferência dos alunos da Universidade Gama Filho e do Centro Universitário da Cidade (UniverCidade), ambos descredenciados pelo MEC em 13/1 por baixa qualidade acadêmica e por problemas financeiros, deve ser divulgado ainda nesta semana. Além da definição do processo de transferência, estão entre os pedidos dos estudantes a federalização das instituições. Na noite da última segunda-feira (20/1), os estudantes que acampavam num gramado próximo ao Palácio do Planalto foram retirados à força por policiais. Um grupo de 13 pessoas acabou preso. No Rio de Janeiro, estudantes programam uma manifestação ainda nesta segunda-feira contra a forma como os alunos foram tratados em Brasília.
Tags:

publicidade

publicidade