SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Encontro de reitores termina nesta terça-feira (29) no Rio de Janeiro

Próxima edição do evento será daqui quatro anos na Espanha

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 29/07/2014 16:47 / atualizado em 30/07/2014 12:16

Ana Paula Lisboa

Universia/Divulgação
No último dia do 3º Encontro Internacional de Reitores Universia, no Riocentro, no Rio de Janeiro, mais de mil reitores participaram de mais debates sobre o futuro das universidades. O evento foi finalizado com uma carta de compromissos pela melhoria do ensino superior. Confira a carta Universia Rio 2014. Os pontos devem ser colocados em prática e revistos no próximo Encontro de Reitores Universia, que deve ocorrer daqui quatro anos, em Salamanca, na Espanha.

Os principais compromissos da carta são:
- A consolidação do Espaço Ibero-americano do Conhecimento
- A responsabilidade social e ambiental da universidade
- A melhoria da informação sobre as universidades ibero-americanas
- A atenção às novas expectativas dos estudantes
- A formação continuada dos professores e o fortalecimento dos recursos
docentes
- A garantia de qualidade do ensino e sua adequação às necessidades
sociais
- A melhoria da qualidade da pesquisa, a transferência de seus resultados e
a inovação
-  A ampliação da internacionalização e das iniciativas de mobilidade
-  A utilização plena das tecnologias digitais
-  A adaptação a novos esquemas de organização, governo e financiamento

Durante a cerimônia de encerramento, o presidente do Santander, Emilio Botín, definiu o evento como dinâmico e participativo. Ele prometeu um investimento de 700 milhões de euros em projetos universitários nos próximos quatro anos. 40% do valor será destinado a bolsas de estudo para professores e estudantes; 30% deve fomentar e pesquisa, inovação e empreendedorismo; e 30% devem ir para projetos acadêmicos e iniciativas de modernização.

Ana Paula Lisboa/CB/D.A Press
Visita bem aproveitada
Leonardo Germán Gandarilla, reitor da Universidade Politécnica de Sinaloa, localizada em Mazatlán, no México, compareceu ao encontro de reitores pela primeira vez. Ele representa uma instituição de ensino pública fundada há 10 anos, que conta com 2,4 mil alunos e 250 professores. A maior especialidade do grupo é a engenharia mecatrônica. “Este encontro serviu para conhecer as melhores práticas com instituições de referência do mundo todo, bem como contribuir para a internacionalização da universidade, por meio de contatos iniciados aqui”, disse.

Gandarilla tem interesse em manter relações mais próximas com o Brasil. “Temos uma parceria com a Universidade de São Paulo (USP) e promovemos intercâmbio de estudantes. Agora, quatro alunos da USP estão indo para lá. Também temos estudantes em São Paulo, como uma aluna que veio fazer um período do doutorado em biotecnologia na USP. Mas queremos mais parcerias”, disse. Além do Brasil, a Universidade Politécnica de Sinaloa mantêm convênios com universidades do Chile, da França, da Alemanha, dos Estados Unidos e do Panamá.

* A jornalista viajou a convite da Universia
Tags:

publicidade

publicidade