SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Brasileiro cria campanha para financiar ida a evento do MIT

Projeto para ajudar universitários a abrir o próprio negócio foi selecionado pelo instituto

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 22/06/2015 16:24 / atualizado em 23/06/2015 14:44

 Romeu Arcanjo/Minuto Mais
O estudante de engenharia bioenergética da Universidade Fundação Mineira de Educação e Cultura (FUMEC) João Vitor Chaves, 21 anos, foi selecionado para participar do MITx Global Entrepreneurship Bootcamp, que reúne 50 empreendedores de todo o mundo.


Promovido pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT), o evento ocorre entre 23 e 28 de agosto na cidade de Cambridge, nos Estados Unidos. João Vitor se inscreveu com o projeto Montain Wolves, criado em 2014 com a aluna de engenharia física da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) Carolina Morimoto, 21 anos.

“Queremos conseguir visibilidade para ajudar mais universitários e captar mentores interessados na Montain”, diz João Vitor sobre a presença no MITx Global Entrepreneurship Bootcamp. O MIT cobra uma taxa de participação de aproximadamente R$ 20 mil. Para financiar os custos da viagem, que com passagens e estadia somam R$ 30 mil, o estudante criou uma campanha no site Kikante, no ar até 16 de julho. Até agora, João Vitor conseguiu arrecadar R$ 8.695, 28% da meta.

Acervo pessoal

Com o Instituto de Engenharia e Gestão (IEG) e parceiros internacionais como o designer canadense Andrew Ngui, João Vitor e Carolina estão desenvolvendo um software para ajudar empreendedores de primeira viagem a montar o próprio modelo de negócios. O documento estabelece clientes, fontes de receita, atividades, estrutura, recursos, parcerias e comunicação de uma empresa. A partir de dados preenchidos pelo usuário, o programa analisa e aponta erros no modelo de negócios criado.

Na segunda fase do projeto, o objetivo é de que o software seja capaz de coletar informações e notícias relacionadas a produtos de empresas de grande porte e sugerir mudanças de gestão.

Ambos estudantes são presidentes de empresas juniores, criadas e geridas por universitários João Vitor é presidente da  FEA Jr. FUMEC, e Carolina, da Physis Jr. “Percebemos que a universidade em geral tem pouco apoio para empreendedorismo”, conta o estudante de bioenegértica. A partir dessa análise, surgiu a ideia de captar estudantes empreendedores sem conhecimento de gestão e conectá-los com pessoas experientes no mercado para desenvolver projetos.


Ao ser selecionado para participar do Montain Wolves, o jovem empreendedor terá acesso gratuito durante três meses ao software, contatos e consultorias. Depois desse período, ele é convidado a passar um ano com o acompanhamento do programa. Em troca, a Montain Wolves e os mentores viram sócios do projeto. “É uma forma do mentor encontrar e testar novos projetos sem precisar investir neles financeiramente”, explica João Vitor.

publicidade

publicidade