SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Estudantes da UnB voltam às aulas nesta segunda (7)

4,2 mil calouros serão recebidos com palestras, shows e oficinas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 04/03/2016 18:13 / atualizado em 07/03/2016 10:46

Antonio Cunha/Esp. CB/D.A Press
Os 37 mil alunos da Universidade de Brasília (UnB) voltam às aulas na segunda-feira (7). São 4,2 mil calouros, 2,5 mil professores e 8 mil pós-graduandos. Para receber os estudantes, a instituição organizou vários eventos de recepção que ocorrerão durante toda a primeira semana letiva (confira agenda). Entre as atividades, estão palestras com José Pacheco, pedagogo responsável pelo projeto Escola da Ponte e mestre em educação pela Universidade de Porto, na segunda às 10h, no Centro Comunitário, e com o médico Pedro Tauil, formado pela UnB, referência na atuação no controle da dengue, febre amarela e malária.

Para incentivar a participação dos alunos de cursos noturnos, no mesmo dia a jornalista Sônia Bridi ministrará uma aula, às 19h30, no anfiteatro 9. Durante o evento de boas-vindas, os alunos serão recebidos pelo reitor Ivan Camargo e pelos decanos da UnB, com a participação da banda de forró Meninas do Juá e do músico Renan Ventura. Os estudantes poderão conferir a programação pelo site. Além disso, irão receber um kit incluindo o Guia do Calouro 1º/2016, que contém dicas sobre transporte, alimentação, intercâmbio, projetos de extensão, assistência estudantil e outras informações. A universidade também oferecerá shows, exposições e oficinas ao longo da semana.

Arquivo pessoal
Expectativa
O calouro Claudio Modesto Kffuri, 18 anos, foi aprovado em ciências sociais. “Escolhi esse curso porque sempre tive um olhar crítico e gosto de história e filosofia.” Claudio estudava no Sigma e sempre quis entrar na UnB. Ele pretende aprender bastante, não só com as matérias do curso, mas também explorar disciplinas oferecidas em outros departamentos. Além disso, vai participar da recepção dos calouros. “Eu acho muito legal essa iniciativa da UnB para criar um vínculo para universidade”, conta.

A ansiedade também já está tomando conta de Lorenzo Rebello, 17 anos, calouro de relações internacionais. “Espero conhecer muita coisa nova e ter mais autonomia intelectual e pessoal. Já dei uma olhada na programação da recepção e vi que vai ter uma visita no Palácio Itamaraty. Achei interessante”, conta. Ainda segundo Lorenzo, estudar na UnB sempre foi um desejo. “O curso de relações internacionais é um dos melhores do país”, acrescenta.

 

 

 

Segurança
De acordo com o diretor de segurança da Prefeitura do câmpus Darcy Ribeiro, Josué Barbosa Guedes, haverá um reforço de segurança na primeira semana do semestre, principalmente durante os eventos da recepção dos estudantes no centro comunitário e no anfiteatro 9. “Muitos alunos ainda não conhecem a UnB e o volume de carros será muito maior. Teremos o apoio da polícia e vamos ajudar orientando as pessoas sobre como chegar no local, já que a universidade é grande”, diz.

A Polícia Militar (PM-DF) informou que já atua em conjunto com a segurança da UnB para que a volta às aulas seja tranquila. Além disso, a companhia do 3º Batalhão da PM fará policiamento ciclístico. Serão 20 bicicletas fazendo ronda no câmpus por dia.

Dificuldades
De acordo com Helena Esteves, coordenadora de projetos do Diretório Central de Estudantes (DCE) da Aliança pela Liberdade, a UnB ainda enfrenta problemas com a matrícula. “O servidor é antigo, por isso, algumas vezes, departamentos têm dificuldade para matricular alguns alunos e acabam fazendo listas de espera e gerando problemas”, conta. Segundo ela, a movimentação na UnB deve ser maior no primeiro mês, por causa da recepção dos alunos.

Para uma estudante de serviço social que preferiu não ser identificada, os auxílios socioeconômicos concedidos pela universidade para bolsistas ainda precisam melhorar. “O valor da assistência não é reajustado há seis anos”, reclama. A expectativa, ainda segundo a aluna, é que uma comissão, criada após a ocupação dos estudantes na reitoria no ano passado, analise um possível aumento. O edital de assistência estudantil para os calouros será lançado neste mês. Além disso, os estudantes esperam um retroativo para as pessoas que entraram no segundo semestre de 2015 e não conseguiram a bolsa devido a greve dos funcionários da UnB.

publicidade

publicidade