SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Prefeitura de São Sebastião decreta luto oficial

Pelo menos 18 pessoas morreram em acidente de ônibus que levava 46 estudantes de Mogi das Cruzes para o litoral norte de São Paulo

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 09/06/2016 15:43 / atualizado em 09/06/2016 16:00

Agência Brasil

A prefeitura de São Sebastião, no litoral norte paulista, cancelou todos os eventos programados para hoje (9) e pelos próximos dois dias em luto oficial pelas vítimas da tragédia com o ônibus que transportava estudantes na rodovia Mogi das Cruzes-Bertioga. Também foram suspensas as aulas nas escolas municipais. Pelo menos 18 pessoas morreram e há mais de uma dezena de feridos.

O acidente ocorreu por volta das 22h50 de ontem (8). Por motivos que ainda estão sendo apurados, o ônibus lotado com 46 estudantes capotou no quilômetro 84 no trajeto entre Mogi das Cruzes, município que fica ao leste da Grande São Paulo, e Bertioga, no litoral norte paulista. Mas a viagem tinha como destino a cidade de São Sebastião, onde todos os estudantes moravam.

Três dos feridos permaneciam em estado grave até o final da manhã de hoje (9). Um está na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Santo Amaro, no Guarujá. Outro, com traumatismo craniano, foi transferido de São Sebastião para São José dos Campos, no Vale do Paraíba. E, no Pronto Atendimento de Boiçucanga foram atendidas 6 vítimas, sendo uma delas em estado grave. Nesta unidade também foram atendidas três pessoas, familiares dos estudantes, que estavam em estado de choque.

Vítimas
Inicialmente, oito feridos deram entrada no Hospital Municipal de Bertioga, mas uma das vítimas já estava morta quando ali chegou. Trata-se de Ana Carolina da Cruz Veloso, de 21 anos. Segundo a prefeitura de Bertioga, a maioria sofreu politraumatismo. Entre os feridos transferidos para a Santa Casa de Santos estão Felipe Ferreira da Silva, de 17 anos, e Leandro Amorim, de 22.

Para o Hospital Santo Amaro foram encaminhados Carolina Marreca Benetti, de 21; Rita de Cássia Alves de Lima, de 19, e Laís Oliveira Costa, de 21. A nota da prefeitura informa que continuam em observação no Hospital de Bertioga as estudantes Amanda Luíza de Farias, de 19; e Taís Santos da Silva, de 18 anos.

Ainda de acordo com o comunicado, durante toda a madrugada, a Defesa Civil de Bertioga esteve no apoio ao resgate das vítimas do acidente, com três agentes auxiliando as equipes do Corpo de Bombeiros, a Polícia Rodoviária e as unidades do Samu de Bertioga e de Mogi das Cruzes, além da Guarda Civil Municipal (GCM).

O prefeito Ernane Primazzi, de São Sebastião, divulgou nota lamentando a tragédia e informou que foram providenciadas medidas para que os mortos sejam velados de forma coletiva em três locais: 11 corpos serão velados na quadra de Juquehy, praça Simeão Faustino (ao lado da Emei Branca de Neve) e 2 no ginásio de Boiçucanga, que fica na rua Tropicanga, 99, estrada do Cascalho. Também foi preparado o espaço da quadra de Barra do Una – Rua Cravinhos, sem número.

Seis psicólogos do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) e quatro assistentes sociais foram colocados de prontidão para o atendimento aos familiares, em São Sebastião. Além disso, foi cedido transporte aos familiares que não tinham condução própria para a liberação dos corpos no Instituto Médico Legal (IML) do Guarujá.

publicidade

publicidade