SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Estudantes decidem pela ocupação da UnB

Assembleia teve cerca de 1,2 mil presentes. No momento, grupo está na Reitoria da instituição. Câmpus de Planaltina está ocupado desde domingo à noite

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 31/10/2016 19:15 / atualizado em 01/11/2016 13:10

Luis Nova/Esp. CB/D.A Press

 

Alunos da Universidade de Brasília (UnB) decidiram, em assembleia nesta segunda-feira (31/10), pela ocupação da instituição e tomaram a Reitoria do câmpus Darcy Ribeiro gritando "a Reitoria é nossa".

 

Acompanhe a movimentação de alunos em direção à Reitoria, com gritos de "não vai ter PEC, vai ter greve":

 

 

 

A assembleia geral dos estudantes, convocada pelo Diretório Central dos Estudantes Honestino Guimarães (DCE), começou às 18h no Instituto Central de Ciências (ICC) Norte. O objetivo dos alunos era debater a Proposta de Emenda à Constituição 55 , (antiga PEC 241), que mudou de nome após mudança para tramitação no Senado, que limita e congela os gastos públicos por 20 anos.

 

 

 

Segundo o DCE, havia 1,3 mil presentes; e apenas 23 contrários à ocupação. O encontro não discutiu a possibilidade de ocupar outros câmpus. Novas assembleias devem ser convocadas na terça-feira (1º) para decidir sobre a ocupação de faculdades e institutos específicos. Uma das decisões é que o prédio do Bloco de Salas de Aula Sul (BSA Sul) será ocupado a partir das 22h30 desta segunda-feira (31).

 

Os discursos a favor da ocupação foram aplaudidos, enquanto os favoráveis à PEC 241 foram vaiados. Alguns estudantes defenderam a possibilidade de ocupação tanto do ICC quanto da Reitoria do câmpus Darcy Ribeiro.

 

Assista vídeo da assembleia:

 


Segundo o representante da Comissão Eleitoral do DCE Arthur Sandoval, "está previsto no estatuto do DCE: para que qualquer decisão seja aprovada em assembleia, é necessária a presença de, no mínimo, 3% dos estudantes da universidade — índice que não é atingido desde 2008".

 

 

 

 

 

A União Nacional dos Estudantes (UNE) estima que cerca de 1,2 mil estudantes estiveram presentes na assembleia, considerada a maior dos últimos anos na Universidade de Brasília. Segundo a presidente da organização, Carolina Vitral, a PEC 241 representa um retrocesso para a educação pública do país.  "A ocupação da UnB mostra que a universidade não vai permitir esse atraso", afirmou.

 

O câmpus de Planaltina da UnB foi ocupado no último domingo (30).

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Colaborou Thiago Soares

 

publicidade

publicidade