SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

INFORMÁTICA

Fábrica de empreendedores

O maior evento de tecnologia do Brasil, a Campus Party deixou de ser apenas uma reunião de nerds e, agora, mostra aos jovens como desenvolver uma startup de sucesso. Este ano, cerca de 100 investidores ouviram as ideias de campuseiros

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 04/02/2014 10:30 / atualizado em 04/02/2014 10:35

Michelle Macedo

 (Fotos: Willian Alves/Divulgação) 

São Paulo — Há sete anos, era difícil imaginar que a reunião de jovens em um grande espaço, com computadores e internet a 40Gbps, poderia resultar em algo produtivo. Mas isso mudou muito. A Campus Party Brasil, principal evento de tecnologia do país, que terminou no domingo, trouxe mais que nerds ávidos por jogar on-line ou baixar arquivos pesados da internet. Agora, eles querem se dar bem nos negócios virtuais.

Uma novidade nessa edição foi a criação da área Startup&Makers Camp, destinada a desenvolver e a criar negócios com 300 startups selecionadas, que apresentaram os projetos para os quase 100 investidores inscritos no evento.

 

Além disso, empresas mundialmente reconhecidas, como Netflix (voltada para transmissão on-line de filmes), Netshoes (venda de produtos esportivos), Evernote (aplicativo para organizar informações) e Viber (plataforma de troca de ligações e mensagem de texto), estiveram presentes na CPBr a fim de passar conhecimento sobre criação, gerenciamento e manutenção de pequenas empresas — que podem se tornar grandes — de tecnologia.

Foram mais de 500 horas de palestras durante sete dias. No palco Hypatia, os jovens aprenderam a converter uma ideia em modelo de negócios, como utilizar o storytelling para promover a empresa, além de utilizar os erros cometidos no passado para recomeçar.

Quer saber o que mais os palestrantes falaram e quais as dicas para quem quer começar? Vire a página e entre também no mundo empreendedor.

 

Do roqueiro ao ministro
A Campus Party Brasil contou ainda com a presença de personalidades, como Bruce Dickinson, líder da banda de rock Iron Maiden; a ministra da Cultura, Marta Suplicy, que abriu o evento; e o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, que lançou dois aplicativos: um que permite a qualquer cidadão acionar o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e acompanhar o trajeto da ambulância por um mapa (integrado ao Facebook e ao Waze), e outro voltado para os profissionais da saúde, que terão acesso a informações gerais dos medicamentos.


Games
Não há nerd que aguente trabalho sem diversão. Por isso, esta edição da CPBr contou com um campeonato de League of legends, que destacou a equipe Millenium como a vencedora. O grupo ganhou um prêmio de US$ 15 mil e conseguiu vaga para o IEM World Championship, que será disputado na Polônia em março.
Tags:

publicidade

publicidade