publicidade

Professores da UFRPE decidem permanecer em greve

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 26/07/2012 12:55

Diário de Pernambuco

Os 1.200 professores da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) continuarão em greve por tempo indeterminado. A decisão foi tomada durante assembleia geral realizada esta manhã pela categoria, que não aceitou a proposta do governo federal de reajuste de 25% a 40%, além dos 4% já concedidos pelo governo numa medida provisória.

“A categoria achou o reajuste baixo e que a proposta de reestruturação da carreira docente não segue uma lógica, gerando um achatamento no salário base”, disse Cícero Monteiro, presidente da Associação dos Docentes da UFPE (Aduferpe).

A greve, iniciada no dia 17 de maio, segue por tempo indeterminado. Enquanto isso, a assembleia dos professores da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) ainda não foi encerrada.

O encontro dos docentes da UFPE acontece na sede da Associação dos Docentes da Universidade Federal de Pernambuco (Adufepe), na Cidade Universitária. Segundo informações extraoficiais, há boas chances de a greve, que já dura quase dois meses, terminar. Cerca de 50 mil alunos estudam na UFPE. A paralisação atinge 57 das 59 universidades federais.
Tags:

publicidade

publicidade