publicidade

UNB

Mais professores chegam para a votação e retorno da greve é incerto

Docentes decidiram retomar a paralisação numa primeira votação, mas outros professores chegam e será feita nova consulta

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 24/08/2012 12:16 / atualizado em 24/08/2012 12:32

Mariana Niederauer

Ed Alves/CB/D.A Press
Os professores da Universidade de Brasília (UnB) chegaram a decidir pela retomada da paralisação, mas haverá nova votação. Foram 445 votos a favor, dos 870 docentes que participavam do encontro, mas outros professores chegaram e podem mudar a decisão final da assembleia sobre a volta da greve. O encontro teve início às 10h35, com mais de uma hora de atraso.

A paralisação dos docentes da UnB começou em 21 de maio e terminou na sexta-feira passada (17/8), em decisão polêmica. A instituição foi a primeira ligada ao Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes-SN) a deixar o movimento, além do câmpus de Guarulhos da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

Tumulto
Por voltas das 11h50 a assembleia foi interrompida por dois alunos vestidos de palhaços. Eles pedem o cancelamento do semestre para que a comunidade fora da UnB fique sabendo da greve de professores. Os estudantes pediram a palavra, mas, durante o minuto que tinham para se manifestar, foram vaiados e se retiraram.

Os manifestantes afirmaram que a UnB não é um espaço democrático, onde todos têm voz, e reclamaram da reação dos professores. Os dois preferiram não se identificar, disseram apenas que são alunos de engenharia florestal.
Tags:

publicidade

publicidade