SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

NOVO REITOR

Sai o resultado oficial da eleições na UnB e Ivan Camargo comemora

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 13/09/2012 16:15 / atualizado em 13/09/2012 17:03

Foi divulgado pouco antes das 16h desta quinta-feira (13/8) o resultado o oficial do segundo turno das eleições para reitor da UnB. A vitória do candidato Ivan Camargo, da chapa 86, foi confirmada. Antes mesmo de a Comissão de Organização da Consulta (COC) fazer o anúncio oficial, a candidata Márcia Abrahão havia reconhecido a derrota. Ela ficou com 46,42% e o vencedor teve 51,48% dos votos — levando em consideração o critério da paridade.

Ivan teve a preferência da maioria de professores — foram 1.051 votos contra 732 para Márcia — e estudantes — ficou com 4.457 contra 4.382 —, perdeu apenas entre os servidores técnico-administrativos — 815 votaram no candidato eleito e 956 na concorrente da chapa 80.

“É sempre uma honra participar e trabalhar na universidade. Agora, é um momento de integrar e unir a universidade”, disse o vencedor. Ele agradeceu a todos que participaram do processo e afirmou que espera manter a serenidade que teve durante a campanha.

Marcelo Bizerril, candidato a vice da chapa que ficou em segundo lugar, disse que vai torcer para que os vencedores consigam cumprir as promessas, principalmente as relacionadas aos técnicos da universidade. “Eleição é assim mesmo, nem sempre o resultado é o esperado”, afirmou. Agora, ele pretende continuar à frente da diretoria do câmpus de Planaltina.

Mudanças
Ivan Camargo garantiu que vai formar as melhores equipes do Brasil para ajudá-lo a gerenciar a universidade. Disse, ainda, que já tem nomes para indicar para montar a gestão. Ele explicou que vai sentar com a vice-reitora, Sônia Báo, para organizar a transição e que vai pegar todas as informações necessárias com a antiga gestão.

Sônia Báo disse estar muito emocionada e ficou admirada com o fato de terem ganhado, inclusive, entre os estudante. Ela afirmou que a nova gestão pretende começar a trabalhar logo, para ter uma noção da situação atual da universidade e fazer um planejamento em cima disso e das promessas de campanha.

Participação histórica
O integrante da COC Paulo Celso dos Reis Gomes disse que essa foi a eleição com maior participação acadêmica da história da universidade. Mais de 12,3 mil pessoas votaram. Ele esperava que a participação fosse ainda maior, mas comemorou o fato de ter sido um processo de apuração tranquilo. No primeiro turno, por causa do grande número de chapas inscritas — 10 no total — a contagem dos votos foi complicada e demorou mais que o esperado.

Aprovação
O candidato vencedor ainda precisa passar pela aprovação da presidente Dilma Rousseff, mas, historicamente, a opção dos eleitores é respeitada. Nesta sexta-feira (14/9) o Conselho Universitário se reunirá para definir a lista tríplice a ser encaminhada ao Ministério da Educação e, logo após, à Presidência da República. O nome de Volnei Garrafa, que ficou em terceiro lugar, já está na lista.

Um grupo de estudantes protestou no local da apuração dos votos, no Centro Comunitário da Universidade. Eles pediam liberdade na escolha do reitor e contestaram o fato de a decisão dos comunidade acadêmica ter que passar pelo crivo da presidente.
Tags:

publicidade

publicidade