SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Candidatos criam abaixo-assinado contra nota da redação do Enem

Quase 80% dos participantes já consultaram o resultado individual pela internet

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 29/12/2012 17:17 / atualizado em 03/01/2013 10:35

Mariana Niederauer

Participantes que não concordaram com a nota que receberam na redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2012 fizeram um abaixo-assinado on-line pedindo uma medida judicial para que possam entrar com recurso antes do término das inscrições no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), em 11 de fevereiro. Mais de 3,9 mil assinaram o documento até o momento.

O Ministério da Educação vai divulgar os espelhos das redações em 6 de fevereiro, apenas para vista pedagógica. Isso significa que o estudante poderá ver os erros que cometeu, mas sem a possibilidade de entrar com recurso.

Nesta sexta-feira (28/12), alguns participantes criaram um grupo no Facebook para reunir os candidatos inconformados com o resultado da redação do Enem. Na descrição do grupo, os criadores acusam o ministério de conceder as notas de maneira aleatória. Até agora, a página tem quase 12 mil membros.

Leia a íntegra do texto do abaixo-assinado
"Trata-se de um pedido de medida judicial proposta por nós participantes do Exame Nacional do Ensino Médio no ano de 2012 ao poder judiciário em face da UNIÃO FEDERAL e do INEP - INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA, com pedido de antecipação dos efeitos da tutela para que nos sejam concedidos vista da prova de redação, realizada no ENEM 2012, em tempo hábil para contestação bem como nos sejam assegurados posterior direito de recurso administrativo.

Como causa de pedir, alegamos que participamos do ENEM 2012 e, quando da divulgação das notas, fomos surpreendidos com a nota atribuída na prova de redação; o INEP, entretanto, não aceita pedidos de vista ou revisão de provas em tempo hábil para participação efetiva no Sistema de Seleção Unificada do MEC.

Destacamos a necessidade de urgência da ação, ante a necessidade de se inscrever no SISU (Sistema de Seleção Unificada), que é o único critério para selecionar candidatos a vagas na maioria das universidades federais.

Os signatários"

Novas regras
Em julho deste ano, o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, apresentou o manual da redação do Enem 2012, com exemplos de redações que obtiverem notas altas nas últimas edições do exame e a explicação nas novas regras adotas a partir desta edição. Entre elas, está a mudança no processo de correção. Nas provas anteriores, dois corretores avaliavam o texto, que só era corrigido por um terceiro profissional quando a discrepância entre as duas primeiras notas passava de 300 pontos.

No exame de 2012, passou a valer o novo processo de correção. Quando a discrepância passou de 200 pontos, a redação foi avaliada por um terceiro corretor. A regra também vale para discrepâncias superiores a 80 pontos em uma ou mais competências exigidas na redação, cinco no total. Se a discrepância nas notas permaneceu mesmo após a terceira avaliação, foi convocada uma banca, formada por três especialistas, que fizeram a correção final.

Balanço
De acordo com o MEC, até as 17h deste sábado (29/12) mais de 3,2 milhões de participantes fizeram a consulta individual da nota pelo site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), o que representa quase 80% do total de candidatos.

Tags:

publicidade

publicidade