36 candidatos foram eliminados do Enem por postarem fotos em redes sociais

"Não houve qualquer vazamento de qualquer informação", comenta ministro da Educação sobre esquema de segurança

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 27/10/2013 20:08 / atualizado em 27/10/2013 22:11

No total, 36 candidatos foram flagrados postando fotos em redes sociais e eliminados do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2013. No primeiro dia, 24 estudantes foram desclassificados e, no segundo, outros 12, de acordo com o ministro da Educação, Aloizio Mercadante. Muitos candidatos fizeram fotos e ainda colocaram as hashtags #enem e #enem2013.

Na última sexta-feira (25), o ministro alertou que o MEC seria rigoroso na identificação desses candidatos e que eles seriam eliminados assim que a irregularidade fosse confirmada. Mesmo assim, minutos após o início do primeiro dia de provas, às 13h, participantes já postavam fotos no Instagram e no Twitter. Na edição passada do exame, 65 candidatos foram expulsos após serem flagrados postandos fotos da prova nas redes sociais. A pasta informou que continuará monitorando as redes sociais por tempo indefinido.



Durante entrevista coletiva após o término do segundo dia de avaliações do Enem, Mercadante comentou outros temas relacionados ao exame. Sobre a questão da segurança, o ministro destacou que não houve vazamento. "A segurança foi muito eficiente, não houve qualquer vazamento de qualquer informação, o que é central para garantir a isonomia dos estudantes."

Mercadante também destacou o caso do candidato Fernando Ximenes, de 26 anos, que morreu em um acidente no município mineiro de Varginha, quando estava a caminho da prova. Fernando estava em uma moto e foi atingido por uma carreta que vinha na contramão. O ministro falou ainda sobre a estudante que deu à luz no sábado (26), em Teresina, enquanto fazia a prova. Segundo o ministro, a candidata passa bem, assim como a criança, que se chama Luna e pesa 3,5 quilos.

Com informações da Agência Brasil
Tags: