SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Estudantes brasileiros viajam para a Rússia para estudar medicina

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 20/09/2012 18:50

Vinte e oito estudantes brasileiros embarcam dia 1º de outubro para a Rússia. Eles estudarão medicina na Universidade Estatal de Kursk, renomada academia médica de língua inglesa do país. A Universidade tem um programa de incentivo a estudantes estrangeiros e conta com programas especiais voltados para a área de saúde. Do Distrito Federal, duas alunas estão entre os 28 selecionados para o intercâmbio. Camila Aires Carneiro, 18 anos, moradora de Águas Claras e Sheylla Maria de Brito, 20 anos, moradora de Taguatinga . Elas estudaram no mesmo colégio durante o ensino médio e vão, agora, cursar medicina fora do país.

“É muito importante destacar que projetos como esse, em países que fazem parte do BRICS, [grupo de países em desenvolvimento que se destacam no cenário mundial - Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul] consolidam as relações e promovem não apenas conhecimento, mas um intercâmbio cultural e tecnológico”, destaca Carolina Perecini, diretora da Aliança Russa brasileira, empresa responsável por organizar o projeto.

O baixo custo de vida local e a oportunidade de estudar em uma das melhores faculdades de saúde da Europa levaram para fazer medicina na cidade cerca de 250 brasileiros, especificamente nesse projeto. Desde 2006, a Aliança Russa abre seleção para interessados no programa, são cerca de 100 vagas para estudantes brasileiros. O próximo processo seletivo se encerra quinta-feira (20/9).

De Brasília para o mundo
Sheylla Maria e Camila Carneiro, como os outros que concorreram às vagas, precisaram passar por um processo seletivo que incluiu avaliação de currículo e histórico escolar, entrevistas com os pais e análise do perfil individual.

“Quero fazer medicina desde os oito anos e quando vi no site do Eu,Estudante a possibilidade de estudar na Rússia, fui atrás de informações”, relembra Sheylla. A estudante chegou a pesquisar cursos de medicina em outros países como Chile e Buenos Aires, na Argentina, mas se convenceu pela Rússia por levar em consideração o reconhecimento do diploma médico. “A vantagem é que vou voltar bem mais madura para o Brasil, vou voltar adulta, com mais consciência, diferente de como sou em casa”,acredita a estudante, caçula de quatro filhos.

O curso, de seis anos de duração, tem valor anual estimado em U$ 3,7 mil (cerca de R$ 7,4 mil). Esse valor cobre as despesas acadêmicas, o seguro médico de saúde obrigatório e o acesso a livros didáticos. A estimativa é de que os estudantes gastem, por semestre, entre 5 e 6 mil reais, já que precisarão pagar também alojamento e alimentação. As aulas são dadas em tempo integral e com turmas reduzidas, o que dá aos alunos a possibilidade de atenção individualizada pelos professores.

“Mesmo com o gasto, o valor pago não se compara ao que gastaríamos nas mensalidades do curso aqui no Brasil [cerca de R$ 3 mil por mês]. Sem contar a possibilidade de estudar em uma universidade bem reconhecida”,explica Camila Carneiro. A estudante está matriculada no primeiro semestre do curso de enfermagem da Universidade de Brasília, no câmpus da Ceilândia. Ela pretende, no entanto, cursar os seis anos de medicina em Kursk e fazer a residência médica no Brasil. “Medicina é uma profissão universal, ela abre portas pra se viver em qualquer parte do mundo”, acredita.


Uma vez que os estudantes tenham terminado o curso de seis anos, eles podem permanecer na Rússia para fazer a residência médica, ou podem voltar para o Brasil e finalizar a etapa no país. Caso escolha a segunda opção, o aluno precisará validar o certificado médico russo. Para isso, terá que apresentar documentos que comprovem a graduação no exterior e passar em uma prova de conhecimentos específicos da área. As provas variam de instituição para instituição de ensino.

Novas vagas
Mais 20 novas vagas estão disponíveis para os interessados em cursar medicina na Universidade Estatal de Kursk. A viagem está programada para fevereiro do ano que vem e as inscrições vão até quinta-feira (20/9). As inscrições devem ser feitas por telefone (11) 3854-2513/ 3854-2514 ou pelo site www.aliancarussa.com.
Tags:

publicidade

publicidade