Forças curdas iniciam nova ofensiva contra o EI perto de Mossul

"Os objetivos são esvaziar um determinado número de vilarejos e assegurar o controle de áreas estratégicas para seguir restringindo os movimentos do ISIS", afirma um comunicado, em referência ao EI

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 20/10/2016 09:07

Nawaran, Iraque - As forças curdas iniciaram nesta quinta-feira (20/10) uma nova ofensiva contra as áreas controladas pelo grupo Estado Islâmico (EI) na região de Mossul, como parte da batalha para retomar dos extremistas seu último grande reduto no Iraque. Os peshmergas, da região  autônoma iraquiana do Curdistão, apoiados por bombardeios da coalizão liderada pelos Estados Unidos, atacaram vilarejos próximos de Bashiqa.

Na localidade de Nawaran, rebeldes curdos iranianos do Partido Liberdade do Curdistão também participavam na ofensiva, alguns deles na primeira frente de batalha. O alto comando dos peshmergas informou em um comunicado que a "operação em grande escala" teve início às 6H00" (1H00 de Brasília) ao norte e nordeste de Mossul. "Os objetivos são esvaziar um determinado número de vilarejos e assegurar o controle de áreas estratégicas para seguir restringindo os movimentos do ISIS", afirma um comunicado, em referência ao EI.

A operação tem três frentes e foi planejada para "apertar o cerco" ao redor do EI em Mossul, após os avanços dos peshmergas e das forças federais iraquianas ao leste e ao sul da cidade. Desde segunda-feira, as forças federais e curdas iraquianas avançaram rapidamente e se aproximaram a partir de várias frentes da segunda maior cidade do Iraque. A coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos fornece apoio à operação.

Leia mais notícias em Mundo
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.