SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Rússia acusa coalizão internacional de "crimes de guerra" no Iraque

Em um comunicado, o porta-voz do exército, Igor Konashenkov, denuncia um bombardeio da coalizão contra a cidade de Dakuk, perto de Kirkuk

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 22/10/2016 15:15 / atualizado em 22/10/2016 15:22

France Presse

O exército russo acusou neste sábado a coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos de "crimes de guerra" em seus bombardeios no Iraque após a morte de civis perto da cidade de Kirkuk, norte do país.

Em um comunicado, o porta-voz do exército, Igor Konashenkov, denuncia um bombardeio da coalizão contra a cidade de Dakuk, perto de Kirkuk, na sexta-feira, que, segundo ele, matou "dezenas de civis, incluindo mulheres e crianças

"Observamos em várias ocasiões que estes bombardeios mortais (...), que apresentam todas as características dos crimes de guerra, se convertem praticamente em uma rotina diária para a aviação da coalizão internacional", afirma no comunicado.

 

Leia mais notícias em Mundo

 

Na opinião do porta-voz "com muita frequência, os casamentos, procissões funerárias, hospitais, delegacias e comboios humanitários sofrem os ataques da coalizão". A União Europeia e em particular o presidente francês, François Hollande, acusaram nos últimos dias a Rússia de "crimes de guerra" em seus ataques contra a cidade de Aleppo.

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade