SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Maduro aumenta salário mínimo em 40% na véspera de greve geral

Este montante, de 90.911 bolívares (137,8 dólares), inclui salários e um adicional de alimentação

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 27/10/2016 15:35

France Presse


Caracas, Venezuela - O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou nesta quinta-feira um aumento de 40% no salário mínimo dos trabalhadores, na véspera de uma greve geral convocada para sexta-feira pela oposição para pressionar por sua saída do poder.

Leia mais notícias em Mundo


"Decreto e assinarei 40% de aumento integral do salário mínimo legal dos trabalhadores", manifestou Maduro em um ato público de entrega de casas. Este montante, de 90.911 bolívares (137,8 dólares), inclui salários e um adicional de alimentação.

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade