SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Donald Trump é eleito o novo presidente dos Estados Unidos

Magnata indicado pelo partido Republicano conquistou a maioria dos delegados em uma disputa acirrada com a ex-secretária de Estado Hillary Clinton

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 09/11/2016 05:37 / atualizado em 09/11/2016 09:34

Fernando Jordão - Especial para o Correio /

Ty Wright/Getty Images/AFP
 
 
O magnata Donald Trump será o presidente dos Estados Unidos pelos próximos quatro anos. O candidato, que concorreu pelo partido Republicano, conquistou a maioria dos delegados e venceu a ex-secretária de Estado e ex-senadora Hillary Clinton, indicada do partido Democrata. As projeções que indicam a vitória de Trump foram divulgadas na madrugada desta quarta-feira (9/11). Como os norte-americanos ainda votam em cédulas de papel, o processo de apuração é mais demorado e o resultado oficial só deve ser divulgado ao longo do dia.
 
Leia mais notícias sobre as Eleições nos EUA   
 
A vitória de Trump pode ser considerada uma surpresa. No dia da votação, o principal jornal dos EUA, o The New York Times, dava a Hillary 85% de chances de vencer. O republicano, no entanto, conquistou alguns estados que estavam indefinidos e eram considerados cruciais para quem desejava chegar à Casa Branca. Era o caso, sobretudo, da Flórida, onde ele recebeu 49,1% dos votos.

 
 
Trump é o primeiro "forasteiro" a chegar à Presidência dos EUA. O magnata – que nunca ocupou um cargo público na vida – nasceu em uma família rica e aumentou seu patrimônio construindo empreendimentos grandiosos, como as Trump Towers. Em seu currículo, contudo, também constam alguns fracassos, como o cassino Trump Taj Mahal, que precisou decretar falência.
 
Durante a campanha, o republicano conquistou os norte-americanos com um discurso extremamente conservador – incluindo a proposta de construir um muro na fronteira com México e fazer com que o governo mexicano pagasse pela obra – e uma promessa de "fazer a América grande novamente".

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade