SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

LeBron James diz não saber se voltaria à Casa Branca com Trump

Tricampeão da NBA tinha apoiado abertamente a candidatura da democrata Hillary Clinton, derrotada por Trump, comparecendo inclusive de um dos últimos comícios da campanha

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 11/11/2016 18:08

O superastro do basquete LeBron James afirmou que não sabe se voltaria à Casa Branca, que será ocupada por Donald Trump a partir de janeiro, se conquistasse outro título da NBA, como é de praxe para membros de equipes campeãs nacionais nos Estados Unidos.

"Preciso pensar sobre isso. Se eu estiver novamente em uma situação como essa, não sei o que eu faria", confessou 'King James' em entrevista ao Washington Post.

Na quinta-feira (10/11), LeBron e os companheiros do Cleveland Cavaliers, que levantaram o troféu da NBA em junho, foram recebidos, como é de praxe, pelo presidente Barack Obama.
 
 
O tricampeão da NBA tinha apoiado abertamente a candidatura da democrata Hillary Clinton, derrotada por Trump, comparecendo inclusive de um dos últimos comícios da campanha. 

Apesar desse apoio de peso, o estado do Ohio, onde fica a cidade de Cleveland, acabou votando em Trump, para surpresa geral.

"Acompanhar os resultados na TV foi algo complicado. Minha esposa e eu não dormimos antes de 4h00 da manhã. Foi complicado saber o que aconteceu no Ohio e em todo o país", lamentou.

Apesar disso, LeBron mantém o otimismo: "nosso país nunca dependeu de apenas uma única pessoa. Temos que imaginar como podemos deixar nosso país melhor. Todos nós sabemos que nosso país é o mais bonito do mundo e cada um tem que contribuir. Nem tudo depende de Trump, muito pelo contrário", completou.
 
Por France-Presse 

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade