SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Governo da Colômbia e Farc irão assinar hoje novo acordo de paz

Em um ato de protesto, alguns membros do partido de Uribe estão considerando um boicote ao debate agendado para a próxima semana no Congresso

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 24/11/2016 13:56


O governo da Colômbia irá assinar hoje um acordo de paz definitivo com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), dois meses após a maioria da população ter recusado o acordo anterior.

A cerimônia será realizada em um teatro de Bogotá, com capacidade para 800 pessoas, e terá um caráter simples, refletindo o senso de urgência do presidente colombiano, Juan Manuel Santos, em encerrar o conflito de meio século. As negociações já duram quatro anos e o acordo anterior foi assinado na frente de alguns chefes de Estado e do secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon.

Leia mais notícias em Mundo


Santos, que foi o vencedor do Prêmio Nobel da Paz deste ano, tentou projetar uma imagem conciliadora após a derrota nas urnas, que rejeitou o primeiro acordo. A nova proposta de paz introduziu cerca de 50 mudanças, destinadas a amenizar as críticas da oposição e do ex-presidente do país e atual senador, Álvaro Uribe.

As exigências da oposição não seriam aceitas pelas Farc. O grupo de Uribe exige sentenças de prisão para líderes rebeldes e limites rígidos à futura participação de integrantes das Farc na política colombiana.

Em um ato de protesto, alguns membros do partido de Uribe estão considerando um boicote ao debate agendado para a próxima semana no Congresso. A oposição também ameaça liderar protestos de rua para denunciar o que eles dizem ser um "golpe contra a democracia". Fonte: Associated Press.

Por Agência Estado

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade