SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

China e Vietnã saúdam amigo Fidel Castro

Relações da China com Cuba se mantiveram por muito tempo distantes devido às relações da ilha com a União Soviética; entretanto, depois do fim da União Soviética foram mais calorosas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 26/11/2016 11:16 / atualizado em 26/11/2016 12:07

REUTERS/Enrique De La Osa
 
 
A televisão chinesa neste sábado homenageou Fidel Castro, que fez de Cuba o primeiro país das Américas a reconhecer a República Popular da China em 1960, ao anunciar a morte do ex-presidente cubano.
 
 
"Cuba foi o primeiro país das América a estabelecer relações diplomáticas com a República Popular da China em 1960, lembrou CCTV, que divulgou um documental sobre Fidel Castro poucas horas depois de sua morte. 

"China e Cuba são dois bons amigos, bons camaradas", afirmou a rede de televisão estatal chinesa CCTV.

"Os irmãos Castro e os dirigentes chineses mantiveram boas relações", acrescentou a televisão estatal chinesa.

Fidel Castro "admirava" o presidente chinês Mao Zedong e "lamentava não ter podido conhecê-lo", afirmou a CCTV.

As relações da China com Cuba se mantiveram por muito tempo distantes devido às relações da ilha com a União Soviética.

Entretanto, depois do fim da União Soviética foram mais calorosas.

O atual presidente chinês Xi Jinping "visitou seu velho amigo Fidel Castro durante a visita de Estado a Cuba" em julho de 2014, lembrou a televisão.

No Vietnã, a agência oficial de imprensa saudou "um grande dirigente" que foi o "espelho brilhante dos movimentos de independência e revolucionários das nações da América Latina e do mundo".

"Em qualquer circunstância, o povo vietnamita se comprometeu a manter a amizade bilateral e a solidariedade construídas pelo presidente Ho Chi Minh e pelo dirigente Fidel Castro", escreveu a agência de imprensa, em referência ao fundador do comunismo vietnamita falecido em 1969.

As últimas fotos públicas de Fidel foram divulgadas no dia 15 de novembro passado quando o ex-presidente cubano recebeu em sua residência o presidente de Vietnã, Tran Dai Quang.
 
Por France-Presse 

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade