Hamas acusa Trump de atacar a "resistência" palestina

Mushir Al Masri, alto dirigente do Hamas, acusou Trump de "alinhamento com as políticas do ocupante", Israel

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 22/05/2017 07:59

Gaza, Territórios palestinos - O movimento islamita palestino Hamas criticou as declarações do presidente americano Donald Trump sobre o grupo, que considerou um ataque contra a "resistência" palestina.


"O verdadeiro tributo pago ao ISIS (grupo Estado Islâmico) (...), à Al-Qaeda, ao Hezbollah, ao Hamas e a tantos outros não se calcula em número de mortos, se calcula também em gerações de sonhos quebrados", afirmou Trump no domingo em um discurso em Riad.

O Hamas não aceita ser comparado a uma organização "terrorista", declarou Fawzi Barhum, porta-voz do Hamas na Faixa de Gaza, território governado pelo movimento islamita desde 2007.

As declarações de Trump "pretendem manchar a reputação da resistência palestina", denunciou. Mushir Al Masri, alto dirigente do Hamas, acusou Trump de "alinhamento com as políticas do ocupante", Israel.

O Hamas é considerado uma organização terrorista por Israel, contra quem travou três guerras na Faixa de Gaza entre 2008 e 2014, Estados Unidos e União Europeia.
Tags: trump hamas
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.