Guarda nacional dispersa manifestação de oposição a Maduro em Caracas

Polícia usou bombas de gás lacrimogêneo e spray de gás pimenta para dispersar os manifestantes

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 03/06/2017 17:52

Agentes da Guarda Nacional da Venezuela bloquearam a passagem de centenas de opositores do presidente Nicolás Maduro que marcharam neste sábado (3/6) contra a fome na região Oeste de Caracas, uma área que por décadas se manteve como um dos bastiões de popularidade do governo socialista.

No 62º dia de protestos na capital, as forças do governo agiram com carros blindados, bombas de gás lacrimogêneo e spray de gás pimenta para dispersar os manifestantes, que não haviam andado 300 metros desde o ponto de partida, no bairro de La Vega. Era aguardado que outros grupos se juntassem ao pelotão principal.


A marcha faz parte dos protestos quase diários que, desde março, deixaram ao menos 63 mortos, 1.118 feridos e 422 detidos, segundo números da Procuradoria-Geral. 

Os manifestantes acusam o governo de se transformar rapidamente em um regime autoritário, que tenta convocar uma Assembleia Constituinte para poder consolidar seu poder.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.