Primeira ministra britânica diz que incidentes são potencial ato terrorista

A BBC afirma que a polícia confirma mais de uma morte na ponte.

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 03/06/2017 20:34 / atualizado em 03/06/2017 20:56


 
A polícia londrina registrou três acidentes graves neste sábado (3/6): no Borough Market, em Vauxhall e na London Bridge. Segundo o jonal The Guardian, são várias vítimas. Por meio do twitter, a polícia confimou as ocorrências. A suspeita é de terrorismo, ainda segundo a imprensa britânica.
 
A Sky News publicou uma declaração da primeira-ministra Theresa May em que ela trato o incidente como possível ato terrorista. "O terrível incidente em Londres está sendo tratado como um potencial ato de terrorismo", disse May. 

A BBC afirma que a polícia confirma mais de uma morte na ponte. Em Borough Market, houve casos de esfaqueamento.
 
A Polícia britânica investiga um "incidente importante" registrado agora há pouco na Ponte de Londres, no centro da capital - informou a agência londrina de Transportes neste sábado (3/6).

Em sua conta no Twitter, a agência relatou que "a Polícia está lidando com um incidente importante, e todas as rotas estão sendo desviadas", enquanto o Serviço de Ambulâncias de Londres afirmou que "múltiplos recursos" estão sendo enviados para o local.

Testemunhas disseram ter visto uma van atropelando pedestres, depois de subir na calçada. A London Bridge foi fechada nos dois sentidos.

Segundo a rede BBC, o veículo teria atingido várias pessoas, e haveria cinco feridos. As imagens das emissoras locais mostram várias viaturas de polícia bloqueando qualquer acesso à área.

A jornalista da BBC Holly Jones, que estava na ponte no momento do incidente, contou que viu uma van dirigida por um homem a "cerca de 80 quilômetros por hora".

A repórter afirmou que pelo menos cinco pessoas foram atendidas por lesões, depois de terem sido atropeladas. Jones disse ainda que viu um homem, sem camisa, ser algemado e detido pela Polícia.

No Twitter, o editor-chefe da revista The Spectator, Will Heaven, relatou ter visto "duas vítimas, uma na calçada e outra no meio-fio". Ainda segundo ele, havia vários policiais armados.

Em 22 de março passado, um homem lançou seu carro contra dezenas de pessoas na ponte de Westminster. Na sequência, ele matou a facadas um policial em serviço na frente do Parlamento. Cinco pessoas morreram ao todo.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.