Macron deve eleger maioria absoluta no Congresso da França, diz pesquisa

Em segundo lugar, vem a coalizão encabeçada pelos Republicanos, do candidato derrotado François Fillon, com 23% das intenções, resultado que garantiria entre 105 a 125 assentos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 06/06/2017 09:07

CHRISTOPHE SIMON/AFP
O presidente da França, Emmanuel Macron, deve conquistar a maioria absoluta do Congresso francês nas eleições legislativas deste fim de semana, mostra uma pesquisa de intenção de voto divulgada nesta terça-feira (6/6) pelo instituto Ipsos Sopra Steria para a France Télévisions e a Radio France.

Segundo o levantamento, 29,5% dos entrevistados pretende votar na aliança entre a República em Marcha (REM), o partido de Macron, e o MoDem, queda de 1,5 ponto porcentual em relação à última sondagem. Este número se traduziria em algo entre 385 a 415 cadeiras na Assembleia Nacional. Para conquistar a maioria absoluta, a coalizão precisa atingir 289 dos 577 assentos da Casa.

Em segundo lugar, vem a coalizão encabeçada pelos Republicanos, do candidato derrotado François Fillon, com 23% das intenções, resultado que garantiria entre 105 a 125 assentos.

A Frente Nacional, da candidata de extrema-direita Marine Le Pen, tem 17% das intenções de voto, o que se traduziria em 5 a 15 vagas na Câmara Baixa do Congresso francês. A França Rebelde, do candidato de extrema-esquerda Jean-Luc Mélenchon, angariaria 12,5% dos votos, ou 12 a 22 lugares.

A Ipsos também perguntou aos entrevistados qual a opinião sobre Emmanuel Macron. 60% se disseram satisfeitos ou bastante satisfeitos, alta de dois pontos, enquanto 40% se disse insatisfeita ou muito insatisfeita. 
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.