Polícia do Vaticano flagra suposta festa com orgia e drogas, diz jornal

Apartamento onde ocorreu a suposta festa é da Congregação para a Doutrina da Fé

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 06/07/2017 18:42 / atualizado em 06/07/2017 18:46

Paulo Pinto/Fotos Públicas
 
O jornal italiano Il Fatto Quotidiano noticiou que a polícia do Vaticano flagrou uma festa com orgia gay regada a drogas nas dependências da cidade-estado. De acordo com as publicações, o Papa Francisco estaria furioso. O incidente, segundo a imprensa internacional, envolve oficiais de alto escalão do Vaticano e teria ocorrido no final de junho.
 

A polícia teria invadido o apartamento de um padre depois de reclamações dos vizinhos de um "comportamento estranho". O imóvel, segundo o jornal, é de propriedade da Congregação para a Doutrina da Fé, a mais antiga das nove congregações da cúria romana, um dos órgãos que faz parte da Santa Sé.

O organizador da festa seria Luigi Capozzi, de 50 anos, assessor do Cardeal Franceso Coccopalmerio, o presidente do Conselho Pontífice de Textos Legislativos.

Capozzi teria sido preso e levado ao hospital para a retirada das drogas do organismo. Coccopalmerio é apontado ainda como um dos principais conselheiros do Papa, tendo ocupado o posto desde 2007 por indicação de Bento XVI.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.