Autoridades da Colômbia prendem líder da guerrilha ELN

Segundo o ministro, o rebelde "tinha a missão de renovar a frente guerrilheira" no departamento de Tolima, e já tinha realizado atentados nesta zona do país

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 13/07/2017 17:45

As autoridades da Colômbia capturaram um líder do ELN, única guerrilha ativa no país, em processo de negociação de paz com o governo, numa operação no estado de Antioquia, informou Luis Carlos Villegas, ministro da Defesa, nesta quinta-feira (13/7).



"Uma nova ação de nossa força pública realizou a captura do pseudônimo 'Mateo', que é o líder militar da frente de guerra central da ELN", indicou Villegas à imprensa.

Segundo o ministro, o rebelde "tinha a missão de renovar a frente guerrilheira" no departamento de Tolima, e já tinha realizado atentados nesta zona do país.

Na ação coordenada entre polícia, Exército e Ministério Público, o guerrilheiro foi capturado na aldeia de Pinos, município de Rionegro, Antioquia, afirmou o MP em comunicado.

"'Mateo' tinha mandados de prisão expedidos em seu nome por delitos de tentativa de homicídio, porte ilegal de armas de foto e furto qualificado e agravado", destacou a instituição.

De acordo com a investigação, o preso seria militante do ELN desde 2005.

 

Leia mais notícias em Mundo

 

O governo de Juan Manuel Santos e a guerrilha, que tem cerca de 1.500 combatentes segundo estimativas oficiais, negociam a paz desde fevereiro, para superar meio século de conflito armado.

Com essas negociações, o governo busca a "paz completa", após assinar acordo com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), a principal e mais antiga guerrilha do continente.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.