Vaticano desliga fontes históricas por conta de seca prolongada

Segundo a Rádio Vaticano, a decisão é coerente com os ensinamentos do papa Francisco em prol da defesa do meio ambiente

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 26/07/2017 10:53

As fontes históricas dos escultores do século 17 Carlo Maderno e Gian Lorenzo Bernini, que preenchem a paisagem na Praça de São Pedro, no Vaticano, estavam secas na terça-feira (25/7). Por conta da estiagem prolongada na cidade-Estado e em Roma, a Santa Sé cortou o fornecimento de água das fontes das áreas internas e externas. 


Leia mas notícias em Mundo

Segundo a Rádio Vaticano, a decisão é coerente com os ensinamentos do papa Francisco em prol da defesa do meio ambiente. Em 2015, o pontífice expressou os  seus receios ambientais, através de uma encíclica em que denunciava o desperdício de água e alertava para a importância da água potável.

Em um período de temperaturas sufocantes, muitas das 300 fontes da região foram desativadas e outras ainda devem ser desligadas. O clima afetou a agricultura e forçou Roma a considerar o racionamento de água.

Dez regiões em todo o país pedem a declaração de estado de emergência, depois da segunda primavera mais seca na Itália em 60 anos.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.