Publicidade

Estado de Minas

Dirigente da oposição morre em protesto contra a Constituinte

Ricardo Campos tinha 30 anos e as causas da morte ainda não foram divulgadas


postado em 30/07/2017 14:35

Um dirigente da oposição morreu na madrugada deste domingo (30/7) em um protesto pouco antes do início da votação de uma polêmica Assembleia Constituinte convocada pelo presidente Nicolás Maduro, informaram o Ministério Público e líderes opositores.

Leia mais notícias em Mundo



O MP confirmou que Ricardo Campos, de 30 anos, morreu em Cumaná, no estado de Sucre, em circunstâncias que estão sendo investigadas.

O deputado opositor Henry Ramos Allup informou que Campos era secretário local para juventude do partido Ação Democrática (AD) e que foi morto a tiros.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade