Trump pediu a Peña Nieto para deixar de dizer que México não pagará o muro

Segundo o magnata, o México deve financiá-lo simplesmente por fazer "fortuna" com a "estupidez" dos representantes comerciais americanos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 03/08/2017 14:45

O presidente americano, Donald Trump, pressionou o seu contraparte mexicano, Enrique Peña Nieto, para deixar de dizer publicamente que o México não pagará pelo muro fronteiriço que prometeu em sua campanha para a Casa Branca, segundo documentos publicados nesta quinta-feira pelo The Washington Post.



"Você não pode dizer mais que os Estados Unidos vão pagar pelo muro", disse Trump a Peña Nieto, de acordo com a transcrição de uma conversa entre os dois em 27 de janeiro, uma semana depois da posse do presidente americano.

"Não pode dizer isso à imprensa", apontou Trump, enfatizando: "tenho que fazer com que o México pague pelo muro, tenho que fazê-lo. Fiquei dois anos falando disso".

Segundo o magnata, o México deve financiá-lo simplesmente por fazer "fortuna" com a "estupidez" dos representantes comerciais americanos.

Trump reconheceu as dificuldades políticas internas que este tema supõe para Peña Nieto e pediu que encontrem uma "fórmula" para solucionar o tema.

"Ambos devemos dizer 'vamos resolvê-lo'. Encontraremos a fórmula de alguma maneira. Ao invés de você dizer 'não pagaremos', e de eu dizer 'não pagaremos'".

"Se você disser que o México não vai pagar pelo muro, então não quero me reunir mais com você, porque não posso viver com isso", disse Trump.

Peña Nieto respondeu dizendo que o assunto está "relacionado com a dignidade do México e com o orgulho nacional" do país.

 

Leia mais notícias em Mundo

 

"Minha posição foi e continuará sendo muito firme dizendo que o México não pode pagar por esse muro", disse o presidente mexicano, embora tenha concordado em "parar de falar sobre o muro" e "procurar uma maneira criativa de resolver esse problema".

Peña Nieto fala fluentemente em inglês, mas se expressou em espanhol, como faz em conversas formais, segundo o Post, que não divulgou suas frases em espanhol.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.