Presidente da Constituinte venezuelana repudia 'interferência estrangeira'

O ato de instalação da Assembleia Constituinte do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, acontece no Salão Elíptico do Parlamento

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 04/08/2017 15:48

A recém-eleita presidente da Assembeia Constituinte da Venezuela, a ex-chanceler Delcy Rodríguez, repudiu o que chamou de interferência estrangeira e criticou os Estados Unidos, ao responder às críticas da comunidade internacional a esse suprapoder instalado nesta sexta-feira (4/8).



"À comunidade internacional, não se enganem com a Venezuela. A mensagem é clara, bem clara: nós, venezuelanos, resolvemos nosso conflito, nossa crise, sem nenhum tipo de interferência estrangeira, sem nenhum tip de mandato imperial", assegurou, em seu discurso de posse, no Palácio Legislativo.

"Juro por nossa Constituição mãe, juro defender a pátria de qualquer agressão ou ameaça", afirmou Rodríguez, de 48 anos, ao tomar posse com uma bandeira venezuelana e a Carta Magna na mão.

O ato de instalação da Assembleia Constituinte do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, acontece no Salão Elíptico do Parlamento.

 

Leia mais notícias em Mundo

 

"A nós corresponde instalar a soberana e plenipotenciária Assembleia Nacional Constituinte do rebelde povo venezuelano", afirmou, no início da sessão, o ex-deputado Fernando Soto, ante os integrantes eleitos e os principais dirigentes do chavismo, sem que, até então, o presidente estivesse presente.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.