Maduro diz que metade dos homens que atacaram base militar estão foragidos

O presidente disse que soldados lutaram contra os intrusos até às 8h deste domingo e que dez escaparam

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 06/08/2017 18:06 / atualizado em 06/08/2017 18:48

AFP / Ronaldo SCHEMIDT

 
O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, disse hoje que 10 homens escaparam depois do ataque fracassado contra uma base militar do país, e que as autoridades estão em busca deles. 
 

Maduro afirmou que 20 homens entraram no forte Paramacay, em Valência, nesta madrugada e que os guardas foram pegos de surpresa pelos intrusos, que conseguiram alcançar o fornecimento de armas da base.

O presidente disse que soldados lutaram contra os intrusos até às 8h deste domingo e que dez escaparam enquanto outros dois foram fatalmente baleados. Um terceiro está ferido e outros sete foram capturados. 

O governo afirma que dos 20 intrusos, apenas um já foi membro do exército. Os demais seriam civis com uniformes militares. Maduro alega que o ataque foi pago por líderes opositores que estão em Miami e na Colômbia.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.