Exército dos EUA mata chefe do Estado Islâmico no Afeganistão

Segundo general John Nicholson, ataque do Exército americano matou chefe do Estado Islâmico eoutros chefes locais no Afeganistão

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 13/08/2017 09:59

WAKIL KOHSAR/AFP
 
Um dos líderes do grupo Estado Islâmico (EI) no Afeganistão e outros chefes locais foram mortos, na última quinta-feira, em um ataque do Exército americano - anunciou neste domingo (13/8) o comandante das forças dos Estados Unidos nesse país, general John Nicholson.
 
 
Morreu no ataque Abdul Rahman, chefe do EI-Khorasan, nome do grupo extremista no Afeganistão, na província de Kunar (nordeste), relatou Nicholson, acrescentando que outros três líderes do grupo foram abatidos na ação.
 
 
O ataque aconteceu no distrito de Darah-Ye Pach, na província de Kunar.

Em 11 de julho passado, a Força Aérea americana atacou o QG de EI-Khorasan nessa província, matando o chefe do grupo, Abu Sayed.

Segundo Nicholson, Abdul Rahman era o principal candidato para ocupar o lugar de Sayed.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.